Fenômeno da Netflix chegou ao fim com questões em aberto.

Série original Netflix que chegou ao fim com sua terceira e ultima temporada no final de junho, “Dark” se consagrou como uma das melhores séries do streaming e teve seu final comparado a grandes seriados como “Breaking Bad”, com a crítica e o público dizendo que a série teve um dos melhores desfechos dos últimos anos.

A série começa em 2019, na Alemanha, quando o pai de Jonas comete suicídio, o menino precisa lidar com a perda repentina enquanto busca motivos para o ocorrido. Ao mesmo tempo, na pequena cidade de Winden, onde vive Jonas, várias crianças começam a desaparecer. Quando o irmão mais novo de seus melhores amigos desaparece, Jonas acaba descobrindo que tudo pode estar mais conectado do que ele imagina.

Com a premissa de viagem no tempo e a imersão em universos paralelos, “Dark” mostra desde o começo que não veio pra brincar. A série se mostra de difícil compreensão as vezes, tanto que a própria Netflix divulgou um site com toda a árvore genealógica da cidade de Winden para ajudar os telespectadores. Mas mesmo com seu roteiro um tanto quanto confuso, em nenhum momento ele se mostra raso ou deixa a desejar, pelo contrário, a série entrega um final com um desfecho lindo, que responde (a maioria) das inúmeras perguntas que criou e fecha com chave de ouro.

A terceira temporada mostra Jonas e Martha, tentando ainda descobrir uma saída para quebrar o ciclo nos quais os dois foram condenados. A série que abordou o conceito do universo paralelo apenas nos minutos finais da segunda temporada, precisa agora explicar todo o conceito e conseguir unir tudo que propôs, e ela consegue.

Além do roteiro minucioso, a arte da série também é precisa, mostrando toda a cidade de Winden ao contrário no mundo paralelo. Além disso, a escolha do casting, passado, presente e futuro, sempre foi algo que chamou a atenção em Dark, por escolherem atores incríveis com exatidão para representar o mesmo personagem em diferentes épocas da vida.

A terceira temporada pode muitas vezes se mostrar cheia de teorias e frases de efeito, mas todas elas acabam com um sentido único e valioso na história. Dark se propõe a desvendar a física e os segredos do universo, dar um sentido para tudo e ao mesmo tempo, tirar o sentido de tudo. A série sabe mexer com o telespectador, seja instigando ou emocionando.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here