Produção original Netflix, Série hispânica tem 3 temporadas.

O grande navio Bárbara de Bragança começa sua viagem através do Atlântico, as irmãs Eva e Carolina descobriram segredos ocultos de família regados a assassinato. Parece uma sinopse bem simples pois a trama de “Alto Mar” realmente parece muito simples no início.

A série hispânica traça a jornada das duas irmãs, vividas por Ivana Baquero e Alejandra Onieva, dentro do transatlântico que está partindo da Espanha rumo ao Brasil. A primeira temporada traz um assassinato dentro do navio, e tal morte será a onda que erguerá a sujeira sedimentada na família das protagonistas.

O fato é que a “Alto Mar” é muito, muito mesmo, Titanic. Você tem o investidor do navio que se preocupa só com a primeira classe, tem o capitão com um passada complicado, e  vários elementos que remetem ao filme de sucesso. Assim que o assassinato acontece, a série ganha de imediato um espírito Agatha Christie, só que sem o detetive Poirot. E por mais que esses elementos pareçam ser ruins, é justamente o contrário. De fato parece Titanic na grandiosidade das cenas que mostram o navio, aliás, a produção não poupou esforços para criar algo realmente pomposo. E quando o assassinato acontece, é de verdade surpreendente, ele age como um gancho que puxa o interesse do espectador para dentro da série.

Entretanto, a apresentação dos mistérios é muito melhor que as suas soluções. A maior dificuldade de criar um suspense ou uma história de mistério está em criar pistas que se amarrem, sem deixar pontas soltas, mas que também não fiquem tão amostra. E “Alto Mar” acaba trazendo informações vindas do nada ou completamente jogadas nas soluções do mistério. Outro problema da série é que elas perde tempo com diálogos de novela, no sentido deles serem rasos, inúteis para a trama, não servem para nada. Talvez se a série tivesse menos episódios, focando apenas nos mistérios e no desenvolvimento dos personagens nesses mistérios, poderia ser um produto muito melhor.

No que diz respeito as atuações, o elenco todo é bem elaborado, e a dublagem brasileira é excelente, diga-se de passagem! Além das duas irmãs, os personagens de Jon Kortajarena e Eloy Azorin são muito bem feitos, e tem histórias interessantes. Além disso, a fotografia do filme não poupou gastos em nada, as cenas são magnânimas e luxuosas ao máximo.

Podemos dizer que “Alto Mar” é uma série que vai conquistar determinados públicos, e que não vai atrair outros. Os mistérios e as atuações valem a pena, mas é necessário muita paciência quando a série se torna uma novela.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here