Gente simples, tendo como plano de fundo a Baixada Fluminense, flagrada em cenas do dia-a-dia pelas lentes do fotojornalista e documentarista iguaçuano Mazé Mixo dão o tom da exposição que comemora seus 15 anos de carreira.

A exposição “Baixada Manda Lembranças” reúne 32 imagens feitas nas cidades da região ao longo do período em que Mazé Mixo trabalhou como fotojornalista em jornais como Extra, O Globo e o Jornal de Hoje; além de projetos artísticos autorais e coletivos baixadenses.

Aliás, “Baixada Manda Lembranças” remete à memória afetiva do artista que sempre se interessou pela simplicidade e o cotidiano fazendo, também, uma retrospectiva de seu trabalho. ”Muitas dessas fotos foram feitas sem pretensão, ou capturadas entre uma pauta e outra nas minhas andanças pela Baixada. Acho que o lugar, suas pessoas, sua cultura, seus problemas e suas belezas acabam sendo o tema que mais fotografei ao longo desses anos – revela Mazé.

Além disso, nas imagens, o olhar poético-factual do artista apresenta registros de uma das periferias mais emblemáticas do Rio de Janeiro com cenas que são a cara da Baixada, desde rituais religiosos, manifestações culturais, situações domésticas corriqueiras e até mesmo ‘personalidades’ locais presentes até hoje na memória e no imaginário do espaço que já foi conhecido como ”Recôncavo da Guanabara”. As fotografias autorais revelam a singularidade do olhar de quem pode, facilmente, ser considerado um cronista visual do seu lugar.

O projeto foi selecionado no Edital Cultura Presente Nas Redes da Secretaria de Cultura do Governo do Estado. A exposição on-line e permanente está disponível no Facebook e no Instagram.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here