"Crisântemos" peça
Foto: Elaine Moreira

De que forma o diálogo pode contribuir com a redução do machismo estrutural? Como potencializar a figura feminina no seu devido lugar de pertencimento e ação na sociedade? Quais as possibilidades de reverberação desses assuntos nos dias de hoje? Estas são algumas das perguntas que a experiência pretende lançar. “Crisântemos”, que em grego significa flor de ouro, é uma metáfora que faz referência a uma transformação interna, estimulando uma nova tomada de consciência ao transpor os limites estabelecidos pela sociedade vigente.

“Crisântemos – Cinema Vivo” estreia dia 21 de outubro às 20h através da plataforma da Sympla e faz curta temporada gratuita.

Nós precisávamos falar sobre isso”, comentam a atriz Ju Maldonado e o ator Bruno Lamberg, idealizadores da experiência on-line , “A relação abusiva reforçada nos jogos de poderes, sexismo, racismo e classicismo tem sua estrutura fundamentada no patriarcado”, detalha Ju Maldonado, que além de atuar, também assina a dramaturgia e a direção da montagem.

Em cena, com papeis invertidos, o casal de amigos se torna marido e mulher para sugerir reflexões sobre o patriarcado e as relações entre homens e mulheres. Ele (Bruno Lamberg) conta a história do ponto de vista dela (Ju Maldonado). Ela conta a história do ponto de vista dele. E assim, o espectador é convidado a experimentar um novo lugar de escuta, a partir da reflexão sobre assuntos relevantes na atualidade. “A história de uma mulher contada pela boca de um homem, e vice e versa. Quem sabe assim, invertendo o lugar de fala e escuta a gente consiga sensibilizar o espectador”, pontua Ju Maldonado. “Não estamos falando apenas da vulnerabilidade da mulher, mas também de como o sistema é cruel para “eles”; como os homens não podem se fragilizar, não podem chorar e ser verdadeiros com seus sentimentos”, acrescenta Lamberg.

A montagem pode ser vista como uma experiência audiovisual, intitulada pela diretora comocinema vivo. “Estamos fazendo um filme em plano sequência, mas ao mesmo tempo com marcações teatrais. São várias linguagens convergindo em 31 planos de câmera, pensados, estudados e muito bem executados pela Manu Campos” comenta Maldonado, que afirma ser um desafio toda a parte técnica da encenação.

Serviço:
“CRISÂNTEMOS”
Dias: 21, 22, 28 e 29 de outubro. Quinta (05/11) e sexta (06/11) às 20h
Horário: 20h
Ingressos: gratuitos na plataforma Sympla *Ingressos limitados
Classificação: 12 anos
Duração: 60 min

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here