Espetáculo narra uma relação “familiar” por uma perspectiva diferente.

Pá de Cal
Foto: Paula Kossatz

O Teatro II do Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, recebe de 26 de novembro a 20 de dezembro, o espetáculo “Pá de Cal (Ray-lux)”, dramaturgia inédita do premiado autor Jô Bilac, direção de Paulo Verlings, realização da Cia Teatro Independente, com Carolina Pismel, Isaac Bernat, Orlando Caldeira, Pedro Henrique França e Ruth Mariana no elenco.

Aliás, para a escalação do elenco a Cia Teatro Independente pensou em arquétipos bem distintos para formar um elenco brasileiro, com muitas diversidades, personagens reais, pessoas críveis.

A trama de “Pá de Cal (Ray-lux)” parte da morte de um personagem central, ou seja, ele está ausente. O mesmo acontece com suas irmãs que mandam representantes para a reunião “familiar” na qual irá se definir o destino do pai dessa família e também o destino da mãe do morto (uma ex-empregada da família), que também manda um representante legal. O morto, aliás, também é representado por uma pessoa com quem conviveu em terras estrangeiras.

A peça lida com a terceirização de responsabilidades e de como essas representatividades interferem na boa condução das questões. Toda a ação se desenrola na casa onde mora o patriarca, local que é foco de uma disputa pela posse, revelando interesses divergentes entre as partes. Conflitos inesperados emergem a partir desse encontro. Com o passar do tempo, as relações entre pai e seus filhos – representados – se revelam aos espectadores cada vez mais límpidas e latentes.

“O espetáculo narra uma relação “familiar” por uma perspectiva diferente. Através das representatividades discutimos o quanto nós hoje na contemporaneidade terceirizamos nossas relações”, comenta o diretor Paulo Verlings, também responsável pelo argumento e idealização da peça.

A expressão “Pá de Cal” quer dizer que fará uma última referência a um assunto não prazeroso. Já “Ray-lux” se refere ao nome de uma urna funerária tão cara, que custa o preço de um automóvel.

Serviço
CCBB – Teatro II – Rua Primeiro de Março, 66, Centro, Rio de Janeiro
Temporada: 26 de novembro a 20 de dezembro de 2020
Apresentações: Quintas, sextas e sábados, às 18h, e domingos, às 17h.
Ingressos: www.eventim.com.br
Não recomendado para menores de 14 anos
Capacidade de público: 76 lugares
Duração: 70 minutos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here