“Catarsis”, exposição da artista norueguesa Cathrine Crawfurd, inaugura no dia 21 de janeiro, no Centro Cultural Correios RJ, onde ocupa duas salas no 2º andar, sob curadoria de Susi Sielski Cantarino.

“Catarsis” é composta por 27 pinturas abstratas de grandes formatos, alguns dípticos, usando a técnica de acrílica sobre tela, a maioria concebida durante a pandemia e por fotografias. “Durante o infeliz desafio que enfrentamos este ano, essas habilidades vieram à tona como uma grande necessidade. A solidão e o isolamento não eram mais uma escolha para criar, e sim uma obrigação”, conta Cathrine Crawfurd.

Aliás, o processo de criação da artista é diretamente influenciado pela sua história de vida, já que morou em diversos países pelo mundo. Cidades, culturas desconhecidas e línguas incompreensíveis aguçam os sentidos, segundo Cathrine, em busca de impressões reconhecíveis.

Fato é, certamente, cada lugar, com suas luzes distintas, sua própria paleta de cores, sua estrutura arquitetônica específica e um código de identidade particular, faz parte deste processo.

Por fim, ela declara, “A prática de transformar um trauma ou uma situação difícil em algo belo, que dê esperança e alívio é algo bastante recorrente em meus trabalhos”, afirma a artista, Cathrine Crawfurd.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here