Mostra terá masterclass com o cineasta Rodrigo Aragão, debates e curso on-line.

A mostra “Estúdio Hammer – A Fantástica Fábrica de Horror” exibirá 30 longas-metragens, produzidos entre as décadas de 50, quando foram lançados os primeiros filmes de terror do estúdio, passando pelo auge dos anos 60, até o início da sua decadência nos anos 1970. São filmes que tem uma legião de fãs no mundo todo e que são, até hoje, cultuados, copiados, parodiados e reverenciados.

Entre os fãs de carteirinha estão cineastas como Quentin Tarantino, Guillermo Del Toro, Steven Spielberg, David Lynch, Tim Burton e Martin Scorsese que, aliás, quando era adolescente, não perdia um título do estúdio.

As sessões acontecem nos cinemas dos CCBBs. No Rio de Janeiro, as datas são de 6 de janeiro a 1º de fevereiro, de quarta-feira a domingo. Além disso, serão realizados também eventos on-line como uma masterclass  no 21 de janeiro, às 19h, com o cineasta Rodrigo Aragão, a maior referência em filme de terror no Brasil. Saiba mais no Facebook.

Os curadores Eduardo Reginato e Danilo Crespo destacam, certamente, o primeiro filme do Estúdio Hammer, Conde Drácula – Vampiro da Noite, com os atores que se tornariam os grandes astros do gênero, Peter Cushing e Christopher Lee e uma versão do clássico de Sherlock Holmes, O cão dos Baskervilles, de 1959. Além disso, também será exibido Atração mortal, uma história de vampiras sensuais que aterrorizam um vilarejo.

“O segmento de horror dos Estúdios Hammer surgiu devido a imensa demanda dos adolescentes e jovens adultos por histórias mais violentas, sensuais e aterrorizantes diferentes da morna e conservadora programação da TV inglesa. No Brasil, os filmes eram exibidos nas sessões da madrugada nas TVs, nos anos 1970 e 1980. Era comum as crianças e adolescentes fingirem dormir até o momento da madrugada em que o filme da Hammer começaria e na ‘clandestinidade’ ligar a TV para assistir um delicioso filme de terror que mais divertia do que assustava”, comenta Eduardo Reginato.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here