Grupo Lusotaque revive cenas icônicas da Tropicália.

Um grupo teatral situado em Colônia, na Alemanha, sentiu que a discussão sobre criar em tempos de pandemia é muito forte e necessária, assim eles criaram a peça virtual “Revoluções Tropicalistas: uma experimentação cênica”, baseada na Tropicália.

A concepção da peça nasceu em formato digital, e sem encontros presenciais, desde o início, já que a Alemanha enfrentava lockdown e quarentenas estendidas. Mesmo assim, o grupo, que partilha o interesse pela língua portuguesa e pela cultura lusófona, resolveu em junho de 2020 contar essa história no meio da pandemia.

Junto aos longos ensaios diários, estudos de texto, pesquisa de linguagem, veio o medo da capacidade de se adequar a tantas mudanças. Porém o medo deu vazão à vontade de criar. Foram três meses de preparação, onde todos os participantes levantaram todo o tipo de material sobre a Tropicália.

“Revoluções tropicalistas: uma experimentação cênica” é encenada por onze atores, de diferentes origens e nacionalidades. Aproveitando-se da vantagem do encontro virtual, enquanto a maioria dos participantes reside em Colônia, na Alemanha, o experimento também conta com atores do Brasil e França. A peça é toda falada em português com legendas em alemão para que o público local também possa entender.

“Aliás, desde o primeiro encontro do grupo há uma pergunta que permeia todos os ensaios: Estamos fazendo teatro? e após meses de discussões, concluímos que a resposta não é tão importante quanto o efeito que a pergunta nos causa. Chegamos à conclusão que sendo teatro ou não, temos a certeza de que estamos aqui pelo teatro, pela arte e pela cultura”, explica Alexandra Marinho, carioca que mora na Alemanha desde 2014 e é diretora da peça.

A apresentação é transmitida gratuitamente e de forma exclusiva pela plataforma Zoom, às 20h na Alemanha e 15h no Brasil. Após todas as apresentações, os atores e o diretor continuam na plataforma para conversar com o público sobre este caminho que estão seguindo e responder dúvidas dos espectadores.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here