Uma Noite em Miami, traz a estreia de Regina King na direção, filme é uma adaptação de uma peça homônima, escrita por Kemp Powers.

A estreia não poderia ser mais interessante, afinal, ainda que seja simplista em algumas decisões e um pouco cansativo com tamanha verborragia dos diálogos, Uma Noite em Miami cria (o encontro que nunca aconteceu) de quatro dos maiores ícones do movimento negro dos anos 60. Certamente, é uma conversa deliciosa, que qualquer um tem vontade de participar!

Aliás, Regina King não aceita fazer desse filme apenas uma peça teatral filmada. Ela tem elegância na condução da trama, ajudando a destacar a amizade dessas quatro figuras e, principalmente, ressaltar aspectos do movimento negro dos anos 1960 que ressoam décadas depois. É um filme poderoso, urgente, elegante, necessário, preciso. É só aceitar o formato, entender o estilo e mergulhar na imaginação da trama que, segundo King, é uma história de amor.

Em cartaz no Prime Video.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here