Em plena crise da área cultural, o Rio de Janeiro vê surgir quase simultaneamente dois espaços dedicados exclusivamente à conservação e à pesquisa do cinema brasileiro e internacional: o novo Centro de Conservação da Cinemateca do MAM-RJ, no Centro do Rio, e o Espaço Cultural Cavideo, nas Casas Casadas, no bairro de Laranjeiras, também na capital fluminense.

Para comemorar este fôlego, o NUCINE (Núcleo de Produção do Curso de Cinema da Estácio, Campus Tom Jobim, na Barra) decidiu celebrar o cinema brasileiro e mundial, promovendo o evento “CAÇADORES DA MEMÓRIA (QUASE) PERDIDA: NOVOS ESPAÇOS DE PRESERVAÇÃO DA HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO”, que terá como palestrante Hernani Hefner (Cinemateca do MAM-RJ).

A atração gratuita e aberto ao público externo acontecerá em 14 de abril, próxima quarta-feira, a partir das 10h, pela plataforma Teams. O link estará disponível 2 horas antes no Instagram do NUCINE-TJ.

Os amantes do cinema de toda a parte do país e até mesmo do mundo poderão conferir mais detalhes sobre essas duas iniciativas bem diferentes, mas que têm muito em comum: revitalizam áreas tradicionais do Rio de Janeiro, preservam acervos e memórias cinematográficas e são exemplos de vigor e de confiança no futuro, em meio às borrascas que fustigam a vida cultural brasileira. A iniciativa – que será mediada por Filippo Pitanga -advogado, jornalista, crítico de cinema e curador de várias mostras cinematográficas no Brasil – debaterá ainda temas como memória audiovisual, requalificação de espaços públicos, preservação e pesquisa cinematográfica.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here