Lela
Foto: Leekyung Kim

Com direção de Alvise Camozzi, “Lela & Cia.” apresenta uma mulher que tenta desesperadamente contar uma história, mas sempre é interrompida por vozes masculinas. A peça da dramaturga britânica Cordelia Lynn estreou em 2019. Agora, o espetáculo ganha versão audiovisual que faz temporada de 2 a 25 de julho, retirada de ingressos gratuitos pelo Sympla.

Com direção de Alvise Camozzi, tradução de Malu Bierrenbach, a trama traz uma personagem que quer desesperadamente quer contar sua história. O monólogo de Lela – ironicamente interrompido por vozes masculinas – manifesta os conflitos de um mundo estilhaçado pela violência. Há aqui uma narrativa ocupada, e que sofre continuamente com as tentativas de ser silenciada.

Sobrevivendo a uma das grandes questões da dramaturgia – “por que esse texto e por que agora?” – Lela & Cia. é um grito, em primeiro plano, sobre o que é ser mulher; mas também é a comprovação de que, mais do que falar, é preciso ser ouvida – e fazer surgir, assim, um testemunho, que dá coerência à própria história e que tem por consequência o alívio ou o luto (possivelmente ambos).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here