- Publicidade -

Monólogo “RIOBALDO” joga luz sobre o papel do amor na vida

Publicado em:

“RIOBALDO”, adaptação teatral feita pelo ator Gilson de Barros, da obra de João Guimarães Rosa com direção de Amir Haddad, fará única apresentação no dia 27 de junho, data que seria comemorada o aniversário de Guimarães Rosa.

O ex-jagunço Riobaldo, hoje um próspero fazendeiro, relembra passagens de sua vida com seus três amores: Diadorim, Nhorinhá e Otacília. O grande amor pelo amigo, Diadorim que lhe apresentou a vida de jagunço e lhe abriu as portas do conhecimento da natureza e do humano, levando-o ao pacto fáustico; o amor carnal e sem julgamentos pela prostituta Nhorinhá; e o amor purificador por Otacília, a esposa, que o resgatou do pacto fáustico e o converteu num ‘homem de bem’.

Mas, a grande questão do personagem, é: o diabo existe? Ele fez mesmo o pacto fáustico? Quem sabe? Na obra de Guimarães Rosa “tudo é e não é… viver é muito perigoso”.

A apresentação acontece no domingo, às 16h, com ingressos populares. A peça tem classificação etária de 12 anos.

A partir da narrativa do ex-jagunço Riobaldo, o espetáculo aborda temas como: religiosidade, Deus e o Diabo, o real e o misterioso, a sexualidade, a masculinidade e o amor, em suas mais diversas formas. Questões universais, que extrapolam o Sertão.

Através do recorte feito na obra de Guimarães Rosa, o monólogo joga luz sobre o papel do amor na vida e nos caminhos deste sertanejo, ao mesmo tempo que reflete sobre a travessia do ser humano pela vida.

Rota Cult
Rota Cult
Redação do site E-mail: contato@rotacult.com.br

Mais Notícias

Nossas Redes

2,459FansGostar
216SeguidoresSeguir
125InscritosInscrever
3.870 Seguidores
Seguir
- Publicidade -