O Instituto Ling homenageia o compositor, professor e arranjador Luiz Eça (1936-1992) com uma apresentação virtual e gratuita realizada no dia 15 de julho, quinta-feira, às 20h. O show especial acontece no ano em que o músico carioca completaria 85 anos, comandada pelo pianista Diogo Monzo, considerado um discípulo do maestro.

Acompanhado pelo seu trio, formado por Bruno Rejan no baixo e Di Stéffano na bateria, o instrumentista mostrará algumas das composições mais marcantes de Eça, como Mestre Bimba, The Dolphin, Quase um Adeus e Alegria de Viver. A transmissão poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do YouTube do centro cultural.

Considerado um dos mais influentes músicos brasileiros de seu tempo, Luiz Eça teve formação clássica, mas se tornou um dos maiores artífices da união entre Samba e Jazz. Seu trabalho, reconhecido no Brasil e no exterior, estende-se desde a formação com o Tamba Trio, em 1959, e passa ainda pela participação ativa do músico na chamada primeira fase da Bossa Nova (1959-1964). Com sua vasta obra, inspirou diversos artistas de sua geração, além de uma série de jovens talentos que foram seus alunos.

Diogo Monzo se dedica à pesquisa sobre a obra de Luiz Eça desde 2004 e tem quatro discos lançados, sendo um deles dedicado à obra do maestro. Em 2007, tornou-se mestre em Música ao defender a sua dissertação sobre o compositor e, atualmente, é doutorando pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here