"MAÍRA – CAMINHOS ANCESTRAIS"
Foto: Higor Nery

A Cia Teatro Baixo e o Grupo Artesão Teatro apresenta o monólogo “MAÍRA – CAMINHOS ANCESTRAIS”, de 22 a 25 de julho, às 17h, no Teatro Arthur Azevedo.

“MAÍRA – CAMINHOS ANCESTRAIS” conta a história a indígena Tuxaua Anacã, ao pressentir sua morte, relembra toda sua trajetória até a chegada dos portugueses em terras brasileiras.

Na peça, a atriz e dramaturga Jéssica Meireles faz um paralelo entre o povo ficcional Mairum e seus próprios desejos em se aproximar de suas ancestrais indígenas através de memórias e questionamentos sob sua condição de não pertencimento há um grupo étnico racial.

Os ingressos terão preços populares, sendo R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia entrada). A montagem foi contemplada pelo Prêmio FUNARJ de Montagem Teatral – 2020 e conta com o apoio institucional do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da FUNARJ e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

“Esse espetáculo é também uma tentativa minha de reconstruir e me conectar com um dos meus caminhos ancestrais, guiada pelas palavras sopradas ao vento por minha bisavó e minha tataravó, mulheres indígenas, apagadas da memória-herança familiar. Elas também estarão presentes na peça”, conta Jéssica.

“MAÍRA – CAMINHOS ANCESTRAIS” é resultado do encontro de dois grupos iguaçuanos, Artesão Teatro e Teatro Baixo, que têm em comum a pesquisa, o treinamento e a formação do Ator. É o segundo monólogo com temática ancestral da Cia Teatro Baixo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here