O MAM Rio apresenta o projeto “Legados Vivos” que reflete sobre os processos de construção de patrimônio e cultura comum, contemplando encontros, uma exposição, uma publicação e mostra de cinema.

A programação de “Legados Vivos” começa na próxima quarta, 28 de julho, das 14h às 16h, com o ciclo de conversas on-line Cenas da Cultura Imaterial, que reúne pessoas ligadas a práticas e tradições do Rio de Janeiro, do Maranhão e de outras regiões do Brasil. Em colaboração com o Centro Cultural Vale Maranhão, de São Luís, o ciclo discutirá saberes pertencentes a tradições e contextos regionais, racializados, populares e periféricos.

Serão quatro encontros mensais até outubro. As conversas de abertura, nos dias 28 e 29 de julho, serão orientadas pelo tema: “Culturas da cena e presença”, com participações confirmadas de Mãe Celina de Xangô (yalorixá e presidente do Centro Cultural Pequena África), Nadir Cruz (presidente do Boi da Floresta), Haroldo Costa (sambista e escritor), Lauande Aires (ator e pesquisador do Boi-bumbá), Ubiratã Trindade (coordenador do Núcleo Educativo do CCVM) e Keyna Eleison (diretora artística do MAM Rio).

As inscrições já estão abertas e serão realizadas on-line.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here