Pelo segundo ano consecutivo a Cinemateca do MAM ON-LINE apresenta A Mostra Petrobras de filmes para crianças. Este ano serão apresentadas 9 animações brasileiras voltadas para o público infantil divididas em duas sessões, além de uma homenagem ao animador Sandro Lopes que nos deixou precocemente vitimado pelo Covid-19 em abril de 2021.

Com curadoria de Marcelo Marão, a Mostra Petrobras de filmes para crianças reúne animadores de diversos lugares do país e que trabalham com variadas técnicas. São filmes realizados entre 2008, como Calango lengo, dirigido por Fernando Miller, e 2021 como o curta Muda, dirigido por Isabella Pannain, que apontam diversas possibilidades narrativas e de criação.

Além disso, a homenagem a Sandro Lopes busca destacar a trajetória deste animador que foi um dos mais talentosos profissionais de sua geração e um dos pioneiros da ação afirmativa no campo da animação audiovisual brasileira. Seus filmes evidenciam ainda suas preocupações com o meio ambiente e a diversidade musical brasileira. Engajado em ações reparativas e de luta antirracista, assim como de democratização da mídia, desenvolveu a tese “Design afirmativo em contextos afrodiaspóricos na animação seriada brasileira”. Parte do trabalho de campo desta tese gerou a série intitulada “O que é animação negra?”, produzida pela Cultne e veiculada durante a pandemia do coronavírus em 2020, com 4 episódios lançados.

A preocupação com a diversidade etino-racial e a apresentação de personagens negras, especialmente para um público infantil, está consagrada na série de curtas em torno dos irmãos gêmeos Nana & Nilo, criada em parceria com o escritor e roteirista Renato Noguera. O conjunto, que compreende filmes e livros, estes também ilustrados por Sandro, alcançou notável repercussão, tornando-se referência de afirmação e inclusão de populações periféricas e marginalizadas. Desde 2018, e até os seus últimos dias, Sandro se dedicava ao Projeto Kekere Infâncias, que enaltece a cultura iorubana e afrodiaspórica, valorizando uma educação antirracista. É um projeto que nasceu presencial e se transformou em um produto audiovisual híbrido (live action+animação) lançado 10 dias antes de seu falecimento.

A mostra se completa ainda com a realização de três debates que ficam disponíveis no canal oficial da Cinemateca do MAM no Youtube e Facebook. O primeiro acontece no dia 5 de agosto, com os criadores Thomas Larson, Duda Larson, Sarah Carvalho, Simon Pedro Brethé e Débora D’ávila. No dia 10 de agosto acontece a live com os realizadores Jefferson Batista, Tina Xavier, Analúcia Godoi e Isabella Pannain. E, finalmente, no dia 12 de agosto vai ao ar um debate em homenagem a arte de Sandro Lopes, reunindo diversos de seus parceiros e colaboradores que acompanharam de perto seu percurso criativo. Todas as mesas serão mediadas pelo curador Marcelo Marão.

Serviço
Data: de 01 a 15 de agosto de 2021
Local da exibição dos filmes: ​ Canal da Cinemateca do MAM 
Local do debate: Youtube e Facebook do MAM Rio
Ingresso: Gratuito

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here