Eu Não Nasci Pra Morrer
Foto: Breno Andreata

O grupo de dança Asili Coletiva realiza curta temporada de seu filme-espetáculo “Eu Não Nasci Pra Morrer”. Por meio da dança, a obra une as linhas da ficção e realidade, ao contar a história de três pessoas conectadas pelos sistemas de trabalho e aprisionamentos modernos, mas também pela irmandade, conexão ancestral e desejo de retornar a um ambiente que comporte melhor a natureza de seus corpos. Em curta temporada, Eu Não Nasci Pra Morrer terá apresentações nos dias 01, 02 e 03 de setembro, no Youtube. O acesso é gratuito.

“O filme apresenta outra perspectiva da vida preta no contexto do nosso país. O foco em nossas mortes não nos cabe mais, queremos pensar nossas potências atuais, ancestrais, históricas, e também olhar sobre o que nossas matrizes nos ensinam sobre vida e morte, ou início, meio e início”, descreve a diretora coreográfica Rafaela Castro.

Em “Eu Não Nasci Pra Morrer”, o grupo Asili Coletiva exibe a continuidade de assuntos corporais pesquisados e aprofundados, ao longo dos últimos dois anos. Rafaela comenta que “nesse período, em meio ao caos gerado pela pandemia, criamos pontes com outras referências que nos ajudaram a elaborar a poética e estética do trabalho coreográfico e audiovisual. Em nosso vídeo-espetáculo, trazemos um pouco de nossa pesquisa em torno da mobilização da energia dos arits (chakras), referências do orixá Oxumarê, além de alguns fundamentos encontrados nas Danças Pretas do mundo, estudando a relação entre Dança e Música, a organização do peso em relação à terra, polirritmia e pulso contínuo, entre outros fatores”.

No último dia de exibição (03/set), o coletivo de dança promoverá uma conversa com o público, a fim de saber suas impressões sobre a obra e para dividir informações do processo criativo. Eu Não Nasci Pra Morrer é uma ação contemplada pelo Programa de Valorização a Iniciativas Culturais do Município de São Paulo – VAI 2.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here