Home Cinema Betty Faria ganha mostra em celebração a sua carreira

Betty Faria ganha mostra em celebração a sua carreira

0
67

Mostra terá bate-papo sobre lembranças, bastidores e cinema brasileiro com Betty Faria.

Betty FariaA Mostra “Betty Faria – 80 anos” apresenta, no CCBB Rio de Janeiro, 11 longas-metragens, além dos dois títulos on-line, em homenagem a uma das mais respeitadas e admiradas atrizes do Brasil. Com curadoria de Leandro Pardí, ex-coordenador da Cinemateca Brasileira, a mostra começa no dia 12 de outubro, aniversário do CCBB Rio de Janeiro.  Aliás, entre os destaques da programação estão O Casal (1975) de Daniel Filho, que em seu lançamento fez mais de 1 milhão de espectadores nos cinemas e Jubiab” (1986), de Nelson Pereira dos Santos, baseado no livro homônimo de Jorge Amado.

Ao longo de sua carreira, Betty fez parcerias com diretores como Cacá Diegues, com quem trabalhou em Um trem para as Estrelas (1987), que participou da seleção oficial do Festival de Cannes e foi o representante brasileiro ao Oscar em 1987. Além disso, outra parceria de sucesso foi com Bruno Barreto, ela estrelou os longas A Estrela Sobe (1974), que será exibido na mostra em uma rara cópia em 35mm, e Romance da Empregada (1987), que terá uma sessão inclusiva (com LIBRAS, audiodescrição e legenda descritiva) no dia 27 de outubro, às 17h20.

Obras do início da carreira da atriz também estão na programação. Durante todo o período da mostra, dois filmes da programação ficarão disponíveis de forma on-line e gratuita para todo o Brasil através da plataforma Eventim, são eles, Perfume de Gardênia (1992), de Guilherme de Almeida Prado, e Marlene de Souza (2004), filme pouco conhecido da atriz no qual ela divide a cena com a atriz portuguesa Maria de Medeiros.

No dia 14 de outubro, às 16h20, o Cinema do CCBB transmite um bate-papo sobre lembranças, bastidores e cinema brasileiro entre Betty Faria e Leandro Pardí, curador da mostra; e, no dia 18 de outubro, às 12h40, a palestra “Protagonismo feminino no Cinema Brasileiro”, com as diretoras Marina Person e Djin Sganzerla, sobre a realização cinematográfica do ponto de vista das mulheres.

A mostra ainda realiza uma ação formativa através da aula gratuita “Filmografia Básica do Cinema Brasileiro”, ministrada pelo cineasta e programador Sergio Silva, no dia do seu encerramento (1º de novembro), às 14h. Será uma aula on-line sobre memória audiovisual e cinema brasileiro, utilizando análise de filmes, destacando as experiências que definiram o perfil da produção cinematográfica no Brasil e traçando uma filmografia básica sobre memória audiovisual e cinema brasileiro. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail mostrabettyfaria@gmail.com.

O catálogo, que traz a filmografia completa e uma entrevista inédita da atriz, será disponibilizado de forma on-line e gratuita nos sites dos CCBBs RJ e SP.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here