"Finlay Donovan - Uma escritora de matar"O que você faria por um filho? Provavelmente tudo. Ou quase tudo? Até virar assassina de aluguel? Mesmo por acaso, esse é um dos dilemas da protagonista em “Finlay Donovan – Uma escritora de matar” Um livro inteligente, mortalmente interessante, sombriamente divertido e que vai surpreender os leitores, com toque da série “Good Girls”.

O novo lançamento da Editora Melhoramentos, apresenta Finlay, uma escritora sem grande expressão, que ama escrever, mas não consegue se manter com esse trabalho e continua dependendo do seu ex-marido para tudo. Porém, para piorar, ele demite a babá e o caos se instaura em casa. Além disso, sua agente e a Editora a sufocam com cobranças de prazo no seu contrato, só que ela está bloqueada.

Até que um dia, durante um almoço com sua agente para discutir os detalhes de seu novo livro de suspense policial, Donovan é confundida com uma assassina de aluguel. “É um fato que, às oito e meia da manhã, a maioria das mães já está disposta a matar alguém. (…) Um contrato de dois mil dólares por meses de trabalho, sem dormir, e dez minutos sozinha no banheiro. Era óbvio que o look de assassina amadora de calça de malha não me caía bem”, debocha Finlay da sua própria realidade.

Diante de tudo isso, e pensando em usar a oportunidade como inspiração para seu livro, Finlay aceita o desafio e seu primeiro e lucrativo trabalho como assassina é se livrar de um marido “problemático”. A tarefa, no entanto, se revela impossível. O homem tinha muitos inimigos e alguém conclui o trabalho antes dela. Finlay se sente aliviada, mas ela pode estar mais envolvida do que imagina, pelo menos é o que pensa o detetive encarregado do caso.

Finlay terá de usar sua criatividade para enterrar seu envolvimento no caso – e o corpo. Enquanto procura se livrar dessa situação, ainda precisará manter a sanidade diante do tóxico ex-marido e sua noiva, e lutar pela guarda dos filhos.

As aventuras começam, a inspiração aflora. Ficção e realidade se encontram assustadoramente. Engraçado e cheio de reviravoltas, uma obra que prende do começo ao fim.

A autora Elle Cosimano, finalista dos prêmios Edgar e Bram Stoker e vencedora do International Thiriller Award, comenta nos agradecimentos de “Finlay Donovan – Uma escritora de matar”, que a personagem e a voz de Finn emergiram das partes mais fundas de mim. Talvez por sermos autoras, mas principalmente por sermos mães. Assim como Finn, não há nada que eu não arriscaria ou daria de mim pelos meus filhos”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here