John Green
Foto: © Marina Waters

Ele já vendeu mais de 50 milhões de exemplares de livros desde que lançou o primeiro há 16 anos, aliás, suas histórias e romances são inesquecíveis e tratam de forma clara e leve temas como a morte e a saúde mental, se tornaram sucessos mundiais. Nesta segunda-feira, dia 18, John Green é o convidado do ‘Conversa com Bial’ onde fala sobre sua estreia na não ficção com o livro “Antropoceno: notas sobre a vida na Terra”.

 Escrito em parte durante o turbulento período da pandemia da Covid-19 e baseado em seu podcast de sucesso, a obra leva o leitor a explorar e analisar suas fraquezas e capacidades. Além disso, durante a entrevista, Green conta mais sobre o processo de escrita do livro e os aprendizados que teve no percurso. Aliás, o autor ainda diz que, em seu trabalho público, já havia falado sobre a probabilidade de uma pandemia mundial, mas revela que nunca tinha de fato entendido como seria até enfrentar uma.

No programa, o escritor  também conta sobre a paixão por futebol e se refere com carinho a um presente dado pelos fãs brasileiros. Já sobre o fenômeno  “A Culpa das Estrelas”, John Green revela que escreveu o livro em um período de sofrimento e saudade intensos e pessoais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here