"O Doente Imaginário"
Foto: Julia Johnson

Para marcar 400 anos do nascimento de Molière, Marcus Alvisi dirige uma das peças mais emblemáticas do autor, “O Doente Imaginário”. Moliére, consagrado como um dos mestres da comédia satírica, utilizava suas obras para retratar e criticar os costumes da sociedade tratando de temas relacionados aos grandes defeitos e virtudes humanas, o que faz com que sua dramaturgia pulse até os dias de hoje.

Os tão familiares três sinais que anunciam o começo dos espetáculos tiveram origem nas icônicas “pancadas de Molière”. Ao ouvir o som das batidas secas no chão, o público era convidado a silenciar e assistir à realidade a partir do olhar mágico do teatro. Às vésperas do aniversário de 400 anos do nascimento de Molière e após tanto tempo afastados desse olhar, evocar essas batidas se tornou inadiável.

“O Doente Imaginário” conta a história de Argan, um velho hipocondrí­aco que em desespero com tantas despesas médicas, deseja a qualquer custo casar sua filha com um médico, filho de médico e sobrinho de médico. Entretanto, para o deses­pero do pai, Angélica se apaixona por Cleanto, jovem simples que não tem nada a ver com a medicina. Enquanto isso, Belinha, mulher de Argan e madrasta de Angélica, insiste para que a jovem seja colocada em um convento. Diante disso, Nieta, a criada, e Beraldo, irmão de Argan, tramam um plano para que tudo seja resolvido.

Os atores e produtores Carlos Marinho, Natália Horochovski e Yonn Levy, comentam, “Um dia estávamos conversando com nosso diretor, Marcus Alvisi, e ele disse: “O teatro se faz com sangue, lágrimas e suor”. Sabemos que fazer teatro, certamente, não é uma das coisas mais encorajadas em nossa sociedade. No entanto, o que mais intriga em suas palavras não são os problemas que nos convidam a desistir, mas aquilo que nos move a continuar: o amor pelo teatro”.

“O Doente Imaginário” é, certamente, uma das peças mais icônicas de Molière.

Serviço:
Teatro Candido Mendes (Rua Joana Angélica, 63, Ipanema)
De 02 a 31 de outubro – Sextas, sábados e domingos às 20 horas.
Ingressos pela Sympla
Gênero: Comédia
Formato: Presencial
Duração: 90 minutos
Classificacão etária: 14 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here