Peça é inspirada no conto clássico de Dorothy M. Johnson, que também deu origem ao filme dirigido por John Ford.

"O Homem que Matou Liberty Valance"
Foto: Cri Jatobá

 “O Homem que Matou Liberty Valance'”, de Jethro Compton, estreia na plataforma Teatro Sérgio Cardoso Digital. Aliás, a peça traz Bianca Bin, que faz sua estreia no teatro, além de Sergio Guizé, Carcarah, Heloisa Lucas, Eldo Mendes e Walter Figueiredo.

A obra de Compton é baseada em um conto escrito na década de 50 pela premiada autora norte-americana Dorothy M. Johnson (1905-1984). Além disso, o texto também foi adaptado para o cinema em 1962, com o título O Homem que Matou o Facínora, dirigido por John Ford e com roteiro de Warner Bellah e Willis Goldbeck.

A trágica história de amor se passa em 1890 na cidade de Twotrees, no Velho Oeste americano, mais especificamente no Saloon de Hallie, que recebe a visita inesperada do velho pistoleiro Bert Barricune. Ele carrega no lombo de seu cavalo a carcaça maltratada de Ransome Foster, que foi brutalmente espancado no deserto.

Esse jovem educado em Nova Iorque partiu rumo ao oeste selvagem em busca de uma vida nova, mas foi recebido pela dura realidade das planícies empoeiradas. Depois de ser salvo por Hallie Jackson ele encontra novos propósitos. Mas será que isso será suficiente para fazê-lo enfrentar a gangue do fora da lei Liberty Valance?

“Sou fã de faroestes desde criança e não poderia perder a oportunidade de montar um espetáculo de teatro que é um western. É uma maneira de homenagear meus heróis de infância. Mas acredito que esse gênero já se renovou muito e, por isso, mantive alguns elementos que remetem diretamente à linguagem clássica, mas a partir de uma leitura um pouco mais moderna, com uma nova abordagem”, comenta Bortolotto.

 A relação peculiar e turbulenta entre a sociedade e a política ganha uma versão on-line dirigida por Mário Bortolotto. “O Homem que Matou Liberty Valance” é transmitido gratuitamente, por meio da plataforma Teatro Sérgio Cardoso Digital, entre os dias 2 e 19 de dezembro, de quinta a domingo, às 21h.

 Jethro Compton é um escritor, diretor e produtor teatral da Cornualha, na Inglaterra. Ele começou a carreira no teatro em 2008 como produtor e codiretor artístico da Belt Up Theatre, companhia em residência no York Theatre Royal. Com o grupo, trabalhou entre 2008 e 2012 em produções como “The Tartuffe”, “The Trial”, “Outland”, “Macbeth” e “The Boy James”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here