Dono de letras e melodias que rodaram o mundo desde a década de 60, Yusuf Islam/ Cat Stevens, participa do ‘Conversa com Bial’ nesta segunda-feira, dia 13, direto de Dubai.  Aliás, no papo com o apresentador, o artista fala sobre o período em que morou no Brasil, comenta sobre suas motivações artísticas e pessoais e conta de sua conversão ao islamismo.

Em função da pressão que sucesso lhe trouxe na década de 70, o cantor e compositor inglês Cat Stevens veio para o Brasil em 1974, onde permaneceu por quatro anos. “O Brasil foi uma ótima escapatória dos outros lugares, uma época incrível. Foi um rejuvenescimento das minhas energias musicais, porque ouvir a música brasileira era lindo e inspirador”, diz sobre os anos em que viveu no país.

Além disso, o artista acaba de relançar um de seus álbuns mais vendidos, “Teaser And The Firecat”, que completa 50 anos, em 2021.

Durante a entrevista, Yusuf também explica seu rompimento com a indústria da música, que abandonou em determinado momento para fugir da pressão de “ter que competir”. E diz agora está voltando em função da conexão que a arte proporciona com as pessoas. “Há algo muito precioso em falar, usando a música do fundo do coração, com o público e com quem está ouvindo”, destaca o cantor.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here