Cineasta, diretor, roteirista, jornalista e cronista, Arnaldo Jabor escreveu seu nome na história como uma das mais importantes personalidades da cultura brasileira. Falecido nesta terça-feira, este ícone da sétima arte nacional, cuja produção vem desde o período do Cinema Novo até a contemporaneidade, com premiadas obras ficcionais e documentais, é homenageado em uma programação especial do Canal Brasil ao longo da semana.

O tributo apresenta as seis principais produções do cineasta, títulos premiados no Brasil e no exterior e que explicam o porquê de Jabor ser considerado um dos mais brilhantes cineastas da nossa história. Além da curadoria dos longas-metragens, o especial também traz um “Cinejornal” em homenagem a ele e um episódio do programa “Cineastas do Real” que contou com sua participação.

Hoje, às 23h45, será exibido o “Cinejornal Especial: Arnaldo Jabor”, que lembra a vida e o legado do cineasta. Em seguida, à 0h, vai ao ar sua maior obra-prima, Toda Nudez Será Castigada (1972), inspirada na peça homônima de Nelson Rodrigues e vencedora do Urso de Prata no Festival de Berlim em 1973.

No sábado, a homenagem começa com o “Cineastas do Real: Arnaldo Jabor”, às 13h55, com a entrevista de Amir Labaki com o diretor, que fala sobre sua incursão no cinema e do interesse pelo comportamento da classe média. O episódio está disponível também no Youtube do Canal Brasil.

Logo depois, às 14h20, será exibido A Opinião Pública (1967), primeiro longa-metragem de Jabor. Eu Te Amo (1981), escrito e dirigido pelo cineasta, vai ao ar às 22h, seguido por Eu Sei que Vou Te Amar (1986), às 23h35. O longa que encerra a programação de sábado tem Fernanda Torres como uma das protagonistas, em uma interpretação que deu a ela o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes.

Domingo, às 23h55, será exibido Tudo Bem (1978), protagonizado por Fernanda Montenegro e Paulo Gracindo e exibido no Festival de Berlim e na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. À 1h50, o longa “O Casamento” (1975), mais uma adaptação de um romance de Nelson Rodrigues, conclui a programação especial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here