A exposição “Coleção de Pedras Vivas” será realizada na Casa da Escada Colorida, espaço de arte independente da Escadaria Selarón, na Lapa. Serão apresentadas obras de oito artistas residentes do último ciclo do programa de ocupação de ateliês do espaço. Aliás, a mostra sela o processo de residência que durou aproximadamente um ano, com trabalhos desenvolvidos ao longo do programa artístico e a partir de uma dinâmica proposta e gerada pelos próprios residentes.

O grupo apresenta uma exposição sem a figura de uma curadoria centralizada, em contraponto ao que comumente acontece no mundo da arte. Em “Coleção de Pedras Vivas”, um traço diferencial é a escolha de uma “auto curadoria”, que pode ser definida como uma autogerência de todas as etapas do processo que tornam possíveis a realização do evento, desde questões conceituais até o papel de montagem do espaço expositivo.

“Os artistas foram protagonistas e participam de todas as tomadas de decisões necessárias para exposição acontecer, tudo de forma muito orgânica. Apesar de sermos artistas que partem de lugares muito diferentes, o processo da residência nos fez perceber pontos convergentes entre a poética de cada um. E isso fica muito claro na exposição”, comenta Matheus Varaschin, artista que participa da iniciativa.

Quem visitar o espaço perceberá que os trabalhos apresentam materiais, técnicas, mídias, e provocações diferentes, mas, ainda assim, reverberam de maneira harmoniosa tudo que foi trocado ao longo da residência.

Participam da exposição os artistas Amanda Coimbra, Arorá, Bianca Madruga, Clarisse Veiga, Marcelo Albagli, Matheus Varaschin, Sofia Skmma e Tomaz Silva.

O local permanecerá aberto de quinta a sábado, das 15h às 19h, até o dia 30 de abril. A Casa da Escada Colorida fica na Escadaria Selarón, 18, Lapa, no Rio de Janeiro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here