Noite foi marcada por surpresas nas principais categorias.

O Oscar, maior premiação cinematográfica mundial, voltou ao modo presencial! Apresentada pelo trio feminino, Regina Hall, Amy Schumer e Wanda Sykes, a principal premiação do cinema em Hollywood, premiou, surpreendentemente, a diversidade nas telonas!

A 94ª cerimônia premiou o remake de Duna, de Denis Villeneuve, em praticamente todas as categorias técnicas. Ataque dos Cães teve 12 indicações, mas, levou apenas, em uma categoria. Provando assim, que a guerra da premiação contra o streaming ainda continua a passo largos.

O tom cômico dominou os discursos dos apresentadores da premiação, com direito a barraco entre Will Smith e Chris Rock (história antiga … ). Sem muitos pontos políticos sociais, a atual guerra que estamos vivendo, foi abordada, porém de forma bem delicada. Coube a atriz ucraniana Mila Kunis apenas algumas palavras.

Além disso, o Oscar 2022 homenageou inúmeros filmes. Como os 60 anos James Bond nos cinemas! Marco da história dos filmes de ação, o nosso eterno 007 ganhou um mero clipe com os atores que interpretaram o ícone da literatura criado por Ian Fleming.

OscarAl Pacino, Robert de niro e Francis Ford Coppola subiram ao palco para celebrar a família Corleone, mais conhecida mundialmente por O Poderoso Chefão. Legitimamente vista como uma das maiores da história do cinema, a terceira parte da trilogia ganhou nova versão aos olhos do diretor. O filme foi meticulosamente restaurado e relançado em 2021.

Além disso, a cerimônia lembrou o aniversário do filme Juno. As novas princesas da Disney em formato Live Action foram oficialmente apresentadas. A homenagem aos que se foram teve discurso especial de Bill Murray ao diretor Ivan Reitman. Betty White também foi homenageada por Jamis Lee Curtis.

OscarA categoria Melhor atriz coadjuvante foi para Ariana DeBose por Amor, sublime amor. Já a categoria Melhor ator coadjuvante premiou pela primeira vez um ator surdo, Troy Kotsur por CODA – No ritmo do coração. O ator fez um belíssimo discurso de agradecimento lembrando a importância da sua família. Já a categoria Melhor filme internacional foi para o japonês Drive my car.

Cruella levou a estatueta na categoria Melhor figurino. A categoria Maquiagem e cabelo foi para Os olhos de Tammy Faye, enquanto as categorias Melhor Direção de Arte, Melhor trilha sonora, Efeitos visuais, Melhor som, Melhor som, Melhor Montagem e Melhor design de produção foram para Duna.  

  Na categoria Melhor animação, Encanto, da Disney Pixar foi premiado da noite, mostrando o quanto o lobby faz, certamente, parte da cena hollywoodiana. Já na categoria Melhor curta de animação, The windshield wiper, foi quem levou a estatueta, e na categoria Melhor curta-metragem em live action, The long goodbye, foi o premiado.

A categoria Melhor documentário de curta-metragem foi para The queen of basketball e Melhor documentário foi para Summer of Soul (…ou Quando A Revolução Não Pôde Ser Televisionada). A categoria Canção original foi para Billie Eilish e Fineas, por 007 No time to die – Sem tempo para morrer.

A categoria Melhor roteiro original foi para Belfast, filme baseado na vida do ator e diretor, Kenneth Branagh, e a categoria Melhor roteiro adaptado foi para CODA No ritmo do coração.

Pulp Fiction foi lembrado pelo seu aniversário de 28 anos! Uma Thurman, John Travolta e Samuel L. Jackson subiram ao palco para apresentar o Oscar de Melhor Ator, com direito a dancinha. O premio foi para Will Smith por King Richard: criando campeãs.

Surpreendentemente, pela primeira vez na história da premiação, uma produção original Netfltix levou o prêmio na categoria Melhor Direção. Vale lembrar que Ataque dos cães foi dirigido por uma mulher: Jane Campion! Já a categoria Melhor atriz foi apresentada por Anthony Hopkins, e premiou Jessica Chastain por Os olhos de Tammy Faye. Uma das grandes surpresas da noite!

Por fim, o Oscar mais esperado da noite foi apresentado pelas incríveis mulheres, Lisa Minelli e Lady Gaga. Para surpresa de todos, CODA – No ritmo do coração foi o grande vencedor da noite na categoria Melhor filme. Aliás, importante sublinhar que este também foi dirigido por uma mulher: Sian Heder.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here