"Rezas Heterogêneas" “Rezas Heterogêneas” , exposição de Mayra Rodrigues, percorre os caminhos da arte sonora, fazendo convergir som e visualidade na construção de obras de arte que transitam em distintas linguagens, fundindo e compartilhando suas diferentes potencialidades.

A exposição ocupa os espaços museológicos da instituição, o Salão de Sessões e sua sala anexa, além disso, a exposição inaugura no CCJF, uma nova sala expositiva inteiramente dedicada a produções de arte sonora.

Mayra Rodrigues apresenta três obras em “Rezas Heterogêneas”! São elas: Ista, para dobras e quinas, (2020), A religião industrial (2021) e O som e os sentidos (2021).

Articulando texto, imagem e som, os trabalhos de Mayra Rodrigues desenvolvem leituras críticas e poéticas em torno de raízes e origens dos mitos sociais e ideológicos contemporâneos. Confrontam, através da imagem e do som, algumas vezes através de seu entrechoque, os ideários ocidentais construídos ao longo dos séculos e que perpassam (falsas) ideias e conceitos de progresso, indústria, desenvolvimento, fé, religião, entre tantos outros.

O Centro Cultural Justiça Federal fica na Avenida Rio Branco 241. A exposição, com curadoria de Evandro Salles, abre no próximo sábado, dia 26 de março às 15h e fica  exposta até o dia 22 de maio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here