A série, “O Som do Rio”, criada por Maria Gadú, Marcos Nisti e Estela Renner, traz Val Munduruku, ativista indígena, e Maria Gadú, artista e ativista socioambiental, em uma viagem de conhecimento e descoberta pelo Rio Tapajós ao lado de convidados. Aliás, ao longo desta jornada, Gadú compõe uma canção inédita, inspirada pela orquestra da floresta.

A série conta com a participação de personalidades como Thelma Assis (médica, apresentadora e influenciadora digital), Vítor diCastro (ator e influenciador digital) e Lenine (cantor e compositor) a se desconectarem da vida na cidade e embarcar numa jornada de transformação, onde a conexão real é tudo que encontrarão.

Acompanhados por Val Munduruku, todos se encontram a bordo de um barco no Rio Tapajós, que segue o ritmo do vento e da água e permite a sintonia com o ciclo do Sol e de todas as espécies da floresta, proporcionando experiências transformadoras guiadas pelas vozes das comunidades locais. Enquanto o grupo se encanta com o que vivencia na floresta, também se depara com questões ambientais urgentes que afetam a região. Para explicar o impacto que isso tem na vida de quem está longe da Amazônia, o YouTuber e apresentador, Felipe Castanhari, usa toda sua didática, apresentando de maneira simples, alguns conceitos complexos relacionados a mudanças climáticas.

“O Som do Rio é uma orquestra cultural. São muitas vozes: das pessoas, da floresta, das águas, dos cantos sagrados, dos pássaros. Poder viajar em tanto conhecimento é ampliar as formas que temos para lutar contra a destruição que está em curso”, comenta Maria Gadú.

Para o YouTube, o “Som do Rio” é um projeto, certamente, importante e que ressalta os esforços da plataforma para conectar as pessoas com assuntos urgentes, como a preservação da Amazônia.

“‘O Som do Rio’ é um dos projetos principais do YouTube nos últimos tempos. A missão do YouTube é justamente ampliar as vozes de todos, inclusive as comunidades locais que vivem nesse ecossistema. Nosso time ficou muito feliz com o resultado da série, que trará visibilidade a lugares, povos e iniciativas que não só merecem, mas têm direito a espaço para mostrarem sua identidade e propósito.” comenta Clarissa Orberg, Head de Parcerias de Conteúdo de Educação, Saúde e Entretenimento Infantil do YouTube.

“Quando Estela Renner, Gadú e eu criamos “O Som do Rio”, queríamos focar na importância da reconexão das pessoas com a natureza. A vida de Gadú foi transformada quando se viu pertencente àquele lugar e entendemos, ainda mais, o quanto a Floresta Amazônica é rica. Poder proporcionar essa experiência aos convidados, que de forma muito generosa toparam embarcar nesta viagem e compartilhá-la com o público de casa, foi algo precioso. E, para além disso, contar com uma plataforma como o YouTube como parceira, é ampliar ainda mais nossas possibilidades e nosso impacto. Não poderíamos estar mais encantados com o resultado desta primeira temporada”, comenta Marcos Nisti, sócio-fundador da Maria Farinha Filmes e um dos criadores da série.

“O Som do Rio” tem previsão de estreia para junho de 2022 no canal da Maria Gadú no YouTube.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here