No segundo concerto da Série Sinfônica Brasileira, a OSB leva à Sala Cecília Meireles um repertório que privilegia a grandeza da música escrita no passado e a originalidade da produção musical contemporânea, sob regência do maestro Ricardo Bologna, a Orquestra Sinfônica Brasileira dividirá o palco com o pianista André Mehmari.

Na primeira parte do programa serão ouvidas peças de dois dos mais proeminentes compositores brasileiros em atividade: Clarice Assad e o solista convidado André Mehmari. Na segunda metade do espetáculo, a orquestra executa a pujante Sinfonia No. 7, em Lá Maior, de Ludwig van Beethoven.

Reconhecida por sua versatilidade artística e pelo amplo escopo de suas atividades musicais, Clarice Assad nunca deixa de imprimir em cada trabalho o seu toque pessoal. A suíte para orquestra de câmara Impressions, que inicia este programa, foi escrita em 2008 e busca recriar sonoramente a impressão que o compositor tem no momento em que começa a lidar com os músicos da orquestra. Trata-se de uma obra em quatro movimentos – cada um com uma inspiração musical distinta – unificados por uma escrita singular e imaginativa.

A segunda obra do programa é assinada pelo compositor, pianista, arranjador e multi-instrumentista niteroiense André Mehmari. Músico extraordinário, premiado tanto na esfera popular quanto na erudita, o artista não raro cruza as ditas “fronteiras” entre os gêneros, criando composições inventivas e originais. Sua obra “Meu Brasil”, que será ouvida neste espetáculo, é um exemplo disso. Nela, Mehmari homenageia a cultura brasileira, propondo uma reflexão sobre a identidade cultural do país através da incorporação de diversos gêneros da tradição musical nacional.

A atmosfera vibrante estabelecida após duas obras brasileiras de enorme entusiasmo não se dissipa com a peça que será ouvida na segunda parte do programa. A Sinfonia nº 7, de Ludwig van Beethoven, talvez seja aquela em que o compositor tenha tirado consequências mais dramáticas do uso repetitivo de certos padrões rítmicos. A efervescência dessas reiterações é de uma força tão expressiva que fez Wagner chamar essa obra de “apoteose da dança”.

SERVIÇO:
OSB – Série Sinfônica Brasileira
Dia 7 de maio de 2022 (sábado), às 19h
OSB – Concertos para a Juventude
Dia 8 de maio de 2022 (domingo), às 11h
Local: Sala Cecília Meireles (Rua da Lapa, 47 – Centro, Rio de Janeiro)
Ingressos à venda na bilheteria da Sala e no site Eleven Tickets

E nos dias 21 e 22 de maio, a OSB apresenta a Série Músicos das OSB na Cidade das Artes (Avenida das Américas, nº 5.300 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro).  Ingressos à venda no site Sympla.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here