- Publicidade -

Grammy Awards: Beyoncé se torna maior vencedora da história

Publicado em:

A 65º Grammy Awards aconteceu em Los Angeles, nos EUA, na Crypto.com Arena. , apresentado pelo comediante sul-africano Trevor Noah pela terceira vez.

Viola Davis venceu na categoria de melhor audiolivro, narração ou contação de histórias, por Finding Me, e se tornou uma EGOT – pessoa que já venceu os prêmios Oscar, Tony, Emmy e Grammy, contemplando trabalhos na indústria do cinema, teatro, TV e música, respectivamente.

Beyoncé se tornou a maior vencedora do Grammy de todos os tempos! Ela chegou a 32 prêmios e superou a marca anterior de 31 Grammys do maestro Georg Solti. Porém, ela não ganhou nas categorias principais neste ano. Elas foram bem divididas entre Harry Styles que levou álbum do ano e Lizzo que ficou com gravação do ano, além disso, Bonnie Raitt levou na categoria música do ano.

O Grammy Awards também foi marcado por Kim Petras, primeira artista trans a ganhar o prêmio de “Performance pop e duo/grupo”, por “Unholy”, com Sam Smith.

Os brasileiros Erasmo Carlos e Gal Costa foram lembrados durante homenagem póstuma do Grammy 2023. Artistas foram lembrados com fotos no telão durante tributo aos que morreram nos últimos meses. Outras imagens de nomes da música como Jeff Beck e David Crosby apareceram.

Beyoncé ganhou em 2023 os prêmios de melhor álbum de dance/eletrônica com “Renaissance”, melhor gravação dance/eletrônica, com “Break my soul”, melhor performance r&b tradicional, com “Plastic off the sofa” e melhor canção r&b, com “Cuff it”. Ao ganhar o quarto prêmio, que a tornou recordista, ela agradeceu ao seu falecido tio Johnny e à comunidade queer, que inspiraram o álbum “Renaissance”, aos pais, ao marido, Jay-Z e aos três filhos.

Confira abaixo os vencedores do Grammy Awards: 
Melhor artista revelação – Samyra Joy
Gravação do ano – “About Damn Time,” Lizzo
Música do ano Bonnie Raitt – “Just Like That”
Álbum do ano – Harry Styles – “Harry’s House”
Melhor performance solo Pop – Adele – “Easy on Me”
Melhor performance Pop solo ou grupo – Sam Smith & Kim Petras – “Unholy”
Melhor álbum Pop vocal – Harry Styles – “Harry’s House”
Melhor álbum dance/eletrônica – Beyoncé – “Renaissance”
Melhor álbum de Rap – Kendrick Lamar – Mr. Morale & the Big Steppers
Melhor audiolivro, narração ou contação de histórias – Viola Davis – Finding Me
Melhor performance de R&B – Munilong – “Hrs & Hrs”
Melhor álbum de música urbana – Bad Bunny – “Un Verano Sin Ti”
Melhor música de R&B – Beyoncé – “Cuff It”
Melhor performance tradicional de R&B – Beyoncé – “PLASTIC OFF THE SOFA”
Melhor álbum progressivo de R&B – Steve Lacy – Gemini Rights
Melhor álbum de R&B – Robert Glasper – “Black Radio III”
Melhor álbum de country – Willie Nelson – “A Beautiful Time”

Rota Cult
Rota Cult
Redação do site E-mail: contato@rotacult.com.br

Mais Notícias

Nossas Redes

2,459FansGostar
216SeguidoresSeguir
125InscritosInscrever
3.870 Seguidores
Seguir
- Publicidade -