- Publicidade -

“Sala de espera”, individual de Vijai Maia Patchineelam, na Galeria Cavalo

Publicado em:

A Galeria Cavalo apresenta “Sala de espera”, a segunda individual de Vijai Maia Patchineelam. A exposição reunirá obras que representam um ciclo de dez anos de prática e pesquisa do artista. Durante essa década, Vijai buscou investigar o posicionamento de artistas dentro da divisão administrativa de Instituições de Arte e experimentar o potencial das atividades ali desenvolvidas. Em busca de mudanças estruturais, a pesquisa defendia a vinculação de artistas como parte integral, e remunerada, no funcionamento e planejamento de museus, fundações, espaços culturais, coleções, entre outros.

Em 2013, Vijai transformou seu ateliê individual em uma cozinha coletiva e informal a contragosto da diretoria da Jan van Eyck Academie, Países Baixos. A criação da cozinha informal teve como intenção criar um espaço de trocas entre artistas, curadores, designers além de orientadores e demais funcionários. No ano anterior, a Academia havia passado por uma renovação que retirara a cantina, que funcionava também de cozinha coletiva fora do horário comercial, e no seu lugar colocou um Restaurante Café aberto ao público. As negociações junto à diretoria para manter a cozinha informal aberta acabou por motivar Vijai a transformar essa experiência em um doutorado prático-teórico. Concluído ano passado, o doutorado resultou na publicação do livro “The Artist Job Description, for the Employment of the Artist, as an Artist, Inside the Art Institution” (2020).

Já no Brasil, a pesquisa de Vijai se desenvolveu através da colaboração com o Instituto Moreira Salles que resultou no fotolivro Samba Shiva: as fotografias de Sambasiva Rao Patchineelam (2017). O foto-livro apresenta as fotografias tiradas pelo geólogo Sambasiva, pai de Vijai, que retratou sua migração da Índia ao Brasil, via Europa, entre o final da década de 60 ao início da década de 80. Em paralelo a sua história de família, o trabalho editorial de Vijai junto ao IMS buscou uma reflexão sobre a relação entre artista e instituição através do questionamento de conceitos como de autoria e legitimação institucional. Reflexão que culminou em discussões produtivas em relação a aspectos contratuais e autoria artística compartilhadas.

Para a exposição Sala de espera, Vijai apresenta pela primeira vez no Brasil, a colaboração com o artista Fernando Torres (fs torres) fundador do espaço independente de arte-sonora Plano B, Lapa. Entre 2004 e 2013, o Plano B teve um papel importante de fomentar a cena experimental de som local e de alcance internacional. A colaboração entre Fernando e Vijai resultou no LP duplo Plano B, Lapa (2019) que ainda não foi lançado no Brasil devido a adiamentos causados pela pandemia.

“Sala de espera” faz a chamada para o lançamento do LP Plano B, Lapa. Evento paralelo à exposição que ocorrerá no dia 18 de novembro de 2023, no espaço Tropigalpão, na Glória. Mais informações sobre o evento serão anunciadas em breve.

Rota Cult
Rota Cult
Redação do site E-mail: contato@rotacult.com.br

Mais Notícias

Nossas Redes

2,459FansGostar
216SeguidoresSeguir
125InscritosInscrever
3.870 Seguidores
Seguir
- Publicidade -