Revoada’ é o espetáculo de estreia do Bando, encontro de 12 artistas de diversas áreas que se debruçam sobre uma pesquisa de criação cênica unindo butoh, dança e teatro. Inspirado nos pássaros, ‘Revoada’ é o convite ao voo pelos ares de um novo universo, dando vazão a temas como a morte, as memórias, a fragilidade humana e os sonhos. Depois de temporada no Dança CCC com casa cheia, o show retorna agora para duas apresentações na Arena Dicró, na Penha, nos dias 30 de setembro e 1o. de outubro, às 19h. Ingressos custam R$ 10.

Com idealização e direção de Carina Nagib, conta com Betina Kopp, dos Sensacionalistas, no elenco. A trilha sonora original e a direção musical fica por conta do premiado Antonio Van Ahn.

O Butoh é uma dança que surgiu no Japão pós-guerra e ganhou o mundo na década de 1970 como resultado não artístico, mas muito mais filosófico, da confluência de duas culturas completamente opostas e nitidamente anacrônicas: a ocidental, que vinha sendo consubstanciado pelos idos da modernidade de uma ideologia americana dos anos 50; e pela oriental, extremamente embasada em séculos e séculos da mais pura tradição milenar japonesa. Tatsumi Hijikata e Kazuo Ohno, os expoentes e criadores da arte Butoh, buscaram nas vanguardas europeias, como no expressionismo, no cubismo e no surrealimo, e nas danças japonesas, como Nô e Bugaku, a inspiração para a criação de suas artes.

SERVIÇO
‘Revoada’
Apresentações: 30 de setembro (sábado) e 01 de outubro (domingo)
Horário: 19h
Local: Arena Carioca Dicró (Pq. Ary Barroso – Penha)
Duração 1h
Ingressos: R$ 10

Fotos: Monica Ramalho

DEIXE UM COMENTÁRIO