Ser criança é bom demais, e tem muita gente que só percebe isso quando já é tarde. No dia 12 de outubro é o dia de celebrar os pirralhos que não param quietos nunca, aqueles que desde pequenos já são responsáveis, e toda a criançada que tem aquele brilho nos olhos da inocência e felicidade. A indústria cinematográfica diverte o mundo infantil desde sempre com histórias divertidas e que de quebra, ainda ensinam algo. Abaixo, dez filmes que são sucesso para os pequenos, e para os pais que acompanham eles no cinema.

O Brasil é cheio de ótimos representes na criação de filmes para o público infantil, e é claro que a turminha mais famosa do bairro do Limoeiro não poderia ficar de fora. Nessa aventura temporal, Franjinha está construindo uma máquina do tempo e precisa reunir moléculas dos quatro elementos: ar, água, fogo e terra. Mônica joga Sansão e, sem querer, acerta o aparelho, espalhando os elementos. Agora a turma toda precisa consertá-la, os reunindo de volta, para salvar seu mundo.

 

Outro exemplo de muito sucesso aqui no Brasil é a novela do SBT, Carrossel, que virou filme em 2015, e promete se tornar uma trilogia. Desta vez, os alunos da Escola Mundial viajam ao acampamento Panapaná, pertencente ao avô da Alícia. Lá eles participam de uma gincana organizada pelo sr. Campos, que faz o possível para que as crianças se divirtam. Contudo, a chegada de González, representante de incorporadora que pretende comprar terreno do acampamento para transformá-lo em fábrica, agita o local.

 

Com Maurício de Sousa na lista, é difícil esquecer de outro grande expoente literário brasileiro: Ziraldo. Uma de suas grandes criações, Menino Maluquinho, que já foi série, desenho animado, novela e até filme. Neste filme de 1995, o Menino Maluquinho é um garoto feliz e bem cuidado por sua família que, enquanto aproveita a infância brincando na rua com a turma, observa o mundo que o cerca e aprende a lidar com a vida.

Mais um marco do cinema brasileiro são os filmes do trapalhão mais amado do Brasil. Renato Aragão é certeza de sucesso entre as crianças, em seus mais de trinta filmes. Em Didi O caçador de Tesouros,  Didi é o mordomo do pai de Pedrinho, que é o seu grande companheiro de aventuras. Juntos, eles irão para um misterioso hotel abandonado em busca de pistas sobre a história de tenente Lucas, o avô de Pedrinho. Lucas foi considerado desertor da Força Aérea britânica porque estava entre os militares que fugiram para o Brasil com um carregamento de ouro roubado. O avião em que viajavam caiu em uma região próxima a São Paulo.

Partindo do Brasil para mais longe, a Disney é uma das distribuidoras que mais marcou a infância de cada um seja por um de seus longas-metragens, desenhos animados, séries ou viagens. Para alguns, a magia Disney tem destaque na história de Andy e seus brinquedos na jornada da trilogia Toy Story. Os três filmes contam a história de um garoto que cresce se divertindo com seus brinquedos, e esses mesmos vivem aventuras ainda mais espetaculares que as da imaginação do garoto.

A Disney é um expoente e tanto nos cinemas, mas assim também é a Dreamworks, que trabalha com filmes de diversos gêneros e acertou em cheio com sua aposta no ogro verde que só quer ficar em paz em seu pântano, quando é abordado por todas as criaturas dos contos de fada desalojadas por um rei mesquinho. A partir desse incidente, Shrek conhece o burro, o gato de botas, sua esposa Fiona, e muitos outros personagens. Existem outros três filmes da franquia, mais dois exclusivos do Gato de Botas, e um quinto Shrek foi confirmado, mas sem data de estreia ainda.

Que criança nunca sonhou em combater o crime? Seja com superpoderes ou participando de um serviço secreto, o vislumbre de ser um herói sempre encantou as mentes infantis. Os filmes dos Pequenos Espiões foram um sucesso na época em que foram lançados e contaram com a participação de muitas estrelas de Hollywood da época. O primeiro, conta a história de Carmen e Juni, que assumem o lugar dos pais em uma missão de alto risco depois de serem capturados.

Histórias infantis tem um quê de fábula, no que diz respeito de sempre deixarem o público com uma lição de moral. O Lorax faz isso de forma inteligente e divertida. Nesse filme, Ted vive em um lugar onde as árvores são feitas de plástico e tudo é artificial. Ele deixa a cidade com a intenção de trazer uma árvore de verdade para impressionar a garota por quem é apaixonado e se encontra com o guardião da floresta, o Lorax, onde aprenderá o sentido e valor da natureza no papel da humanidade.

No Japão, o Studio Ghibli é referência em filmes infantis que podem ser apreciados por públicos de qualquer idade. A Viagem de Chihiro, Meu Amigo Totoro e o Conto da Princesa Kaguya são alguns exemplos de longas desse histórico estúdio. Ponyo: Uma Amizade que veio do Mar é um dos longas de sucesso, sendo inclusive indicado a Melhor Filme no Festival de Veneza de 2008. Nele, o garoto Sousuke encontra um peixinho dourado preso em uma garrafa e decide libertá-lo, sem saber que se trata da deusa do mar Ponyo. Filha de um poderoso mago, ela se comove com a atitude do menino e usa a magia do pai para se transformar em humana. Dessa forma, acredita poder fortalecer a amizade com Sousuke. Porém, a substância de sua poção mágica pode colocar em risco o vilarejo onde mora o menino.

Aproveitando o Dia das Bruxas, que também é em Outubro, a última dica fica por conta de A Casa Monstro, um ótimo exemplo de filme que mistura as duas datas. O longa animado conta a história de DJ Walters, Chowder e Jenny que alertam adultos sobre uma casa no bairro que é uma criatura perigos. Quando ninguém acredita neles, e com o Halloween se aproximando, eles têm que descobrir uma forma de destruir a estrutura da casa antes que ela faça mal a crianças inocentes.

DEIXE UM COMENTÁRIO