O ex-agente do governo norte-americano Bryan Mills está de volta!

O terceiro longa da franquia Busca Implacável envolve uma  trama policial internacional. Desta vez, Mills não precisará lutar contra o tempo para salvar alguém sequestrado, e sim tentar provar sua inocência para o governo sob a acusação de um assassinato.

Acusado de ter cometido o crime, ele entra na mira do FBI e da CIA. Desolado e caçado, ele tenta encontrar os verdadeiros culpados e proteger a única coisa que lhe resta: a filha Kim.

Com uma sinopse dessa teria tudo para ser um bom filme, mas infelizmente, “Busca Implacável” peca pelo roteiro (super) previsível. A única coisa que se salva são as cenas de lutas, como sempre muito bem coreografadas ( e suas mentiradas também).

Liam Neeson continua o mesmo, Maggie Grace vêm crescendo como atriz enquanto Famke Janssen só vem piorando, mas o destaque fica com Sam Spruell.

Chato e cansativo (são quase duas horas de filme) o longa deixa a desejar e muito.  Ainda assim,  a franquia deixa a entender que pode continuar… “I will look for you, i will find you, and i will kill you”.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here