Adaptação do livro que encabeçou a lista dos mais vendidos em diversos países, O Sol também é uma Estrela, ganha versão cinematográfica com direção de  Ry Russo-Young (Antes Que Eu Vá).

Os fãs do livro podem ficar tranquilos que a essência dos protagonistas e a estrutura narrativa permanecem. O palco da história é Nova York, aliás, o filme parece ser mais sobre a cidade do que sobre o casal. Com grande números de takes panorâmicos, mesmo evitando as partes manjadas da cidade, o filme dá preferência em mostrar a cidade por diferentes ângulos, muitas vezes lembrando um clipe. A câmera acompanha os dois pela cidade em bairros não tão conhecidos.

Os protagonistas  Yara Shahidi e Charles Melton infelizmente não imprimem química em cena, nada parece natural ali, além de uma sensação insossa sobre os dramas de seus personagens. Falta entrega, falta essência há história, que carrega inúmeros  clichês do gênero.

A produção pode até ser uma adaptação honesta ao escolher bem os temas abordados, porém, o drama perde a força com as decisões de elenco, roteiro e direção com um corrido desfecho.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here