Por Mallu Correa:

Tendo sua quarta temporada sido lançada recentemente, “Eu, Tu e Ela” é uma série original Netflix que fala, resumidamente, sobre uma relação poligâmica, ou seja, com mais de dois parceiros envolvidos. No caso da série, a história se passa quando o casal Jack e Emma contratam uma acompanhante, Izzy, e acabam se envolvendo amorosamente com ela, o que acaba virando a narrativa, é que ela também corresponde aos sentimentos do casal.

Apesar de ser uma série com intuito de ser cômica e leve, ela levanta várias questões acerca de sexualidade, fetichismo, padrões sociais e muitos outros temas considerados bem pesados. A série toda é sobre como o trisal enfrenta a sociedade, com suas perguntas e julgamentos, enquanto tentam se manter unidos com suas próprias dúvidas e problemas.

É interessante assistir “Eu, tu e ela” com outros olhos, pois essa não é uma série apenas pra entreter, apenas para divertir. O debate sobre relacionamentos não-monogâmicos estão cada vez mais em pauta hoje em dia. A desconstrução da heteronormatividade, as relações de poder, o ciúme excessivo e principalmente o fato que a série quer discutir: monogamia é uma construção social.

Em outras palavras, não se pode ver essa série sem querer entender realmente o que ela quer passar, a relação dos três é completamente desenvolvida, tanto as dúvidas de Izzy por “entrar no meio do relacionamento”, quanto as de Jack e Emma por ter uma pessoa “interferindo” na vida do casal, aparentemente, normal. Além disso, os personagens secundários também tem uma grande participação na série com questões igualmente importantes: como superar carreiras que não deram certo, relacionamentos degradantes e até o conceito de maternidade.

“Eu, tu e ela” vai te emocionar, te instigar e te fazer questionar tudo o que sabe e o que viveu até agora, e isso não é uma coisa ruim. É uma daquelas séries gostosas que te marcam e te prendem. Parafraseando os próprios personagens: “A monogamia é uma escolha válida, mas não é a única”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here