Os Trolls estão de volta! Em Trolls 2, Poppy descobre que existem outros mundos, cada um com um gênero musical diferente, dentre eles, o Rock, Funk, techno, clássico e até Sertanejo. Porém quando surge uma ameaça inesperada, ela e seus amigos terão que se unir para salvar o mundo da música.

Com uma narrativa sobre o respeito as diferenças o novo filme da franquia é surpreendentemente mais divertido e com mais relevância que o primeiro! Aliás, o filme leva ao publico seu discurso de forma bem didática e colorida, afinal o espectador em questão são as crianças, né.

Em Trolls 2, as cores são de suma importância na construção do enredo, que apresenta os gêneros musicais através delas, muito bem. Aliás, o contraste das cores, certamente, pontua muito bem seus personagens e seus significados. Fato é, Trolls 2 é impecável e superior a primeira aventura!

Dirigido pela dupla David P. Smith e Walt Dohrn, o filme traz estereótipos para descrever os seis gêneros musicais apresentados. Porém a escolha do vilão para o filme é pouco inventivo, como já visto no trailer, a escolha do Rock como antagonista beira quase ao preconceito, associando o gênero musical à maldade.

Com 80 min de duração, (sim, o filme é curtinho), a trama ocorre de modo bem acelerado, o que torna a história dinâmica, e com um timming cômico bom e funcionam. Além disso, o longa ainda aposta em algumas gags visuais que irão divertir os mais velhos. Trolls 2 é, inegavelmente, diversão pura para toda a família!

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here