Lar Doce Lar…Ou Não é mais nova sessão da tarde que chega ao streaming, com um tom religioso em seu roteiro.

Victoria Tremont é mulher cheio de relacionamentos superficiais, que anseia por encontrar aquela pessoa especial, quando um belo estranho entra na cafeteria onde ela trabalha, a jovem usa seu charme, como sempre faz, mas ele não corresponde ao flerte dela da maneira que os homens costumam fazer a deixando perplexa. Ela descobre, então que ele dirige um ministério que constrói moradias populares, assim ela tenta chamar a atenção dele, sendo voluntária, mesmo que isso signifique mentir.

Com um roteiro cheio de clichês, o filme conta com um fundo religioso, com trechos bíblicos citados, inclusive, mostrando assim a transformação de Victória no decorrer da trama. Previsível sem dizer chega, Lar Doce Lar…Ou Não apresenta uma típica patricinha que descobre o amor e uma causa religiosa que a transforma, miraculosamente. Juan Mas apresenta um filme sobre propósitos, com um elenco fraco em suas atuações, mas que consegue passar a sua mensagem.

Lar Doce Lar…Ou Não é o tipo de filme auto ajuda que passa mensagens positivas de fé e caridade. Aliás, se “lar doce lar” já é uma expressão clichê, o filme faz jus ao ditado. Portanto, mesmo com os clichês, atuações ruins, o filme que é completamente previsível, pode ser o filme adequado para aquela hora em que a cabeça está cheia.

Disponível nas seguintes plataformas digitais: NOW, Looke, Microsoft, Vivo Play, Google Play e Apple TV.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here