Percorrer sem sair de casa os principais pontos arquitetônicos que revelam a história de Jacarepaguá, quinto bairro mais populoso da cidade segundo o último Censo, é o que propõe o Rolé na Rede de agosto no passeio “Eu vou pra Jacarepaguá”.

Programado para o domingo, 29, às 10h, o passeio será ao vivo pela plataforma Zoom e com transmissão simultânea pelo Facebook do projeto Rolé Carioca. No bairro, grandes empreendimentos convivem com construções recentes, como o Parque Aquático Maria Lenk e a Vila Pan-Americana, parte do legado das Olimpíadas 2016, residências características de subúrbio e estruturas que revelam o passado e a evolução da cidade como o centenário Retiro dos Artistas (também conhecido como Casa dos Artistas) e a Colônia Juliano Moreira, que ainda preserva em seu território traços do século XVII.

“Desde o começo do projeto, há nove anos, a equipe Rolé Carioca desejava realizar esse passeio, porém o tamanho do bairro nos impedia de fazer uma visita caminhando. O Rolé na Rede nos possibilita caminhar virtualmente pela localidade e conhecer os pontos mais icônicos que contribuem para o entendimento da história da cidade”, conta Isabel Seixas, idealizadora e coordenadora do projeto.

Localizado na Zona Oeste, Jacarepaguá teve origem no século XVI e sua trajetória foi marcada pela intensa produção de açúcar e, em seguida, de café. O nome – Yacaré-upá-quá em Tupi – significa “vale dos jacarés” ou “lagoa rasa dos jacarés”. O passeio, guiado pelos historiadores Roberta Baltar e William Martins, vai levar os rolezeiros por pontos que contam a história do bairro, com seus elementos arquitetônicos do período colonial até os dias atuais. A partida será a Lagoa de Jacarepaguá, seguindo até a Estrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das conexões com outras regiões da cidade.

Entes os lugares a serem visitados, destaca-se o Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea (mBrac), responsável por preservar a obra do artista plástico Arthur Bispo do Rosário, falecido em 1989. O mBrac está localizado na Colônia Juliano Moreira, outro ponto de interesse dos participantes, pois se originou de um dos mais antigos engenhos de açúcar da região e, em sua estrutura, revela a transição de uma arquitetura colonial para a hospitalar. Há ainda o centenário Retiro dos Artistas, também conhecido como Casa dos Artistas. Funcionando desde 1919 em um casarão pertencente ao industrial Fred Finger, o local foi criado como um abrigo destinado a artistas idosos que não tinham como se manter. É hoje moradia de 52 deles, nomes como a cantora Leny Andrade, o ator Paulo Cesar Pereio e a atriz, roteirista e escritora Maria Lúcia Dahl.

O roteiro inclui ainda obras que promoveram a expansão urbana da região como a Estrada Grajaú-Jacarepaguá, construída em etapas, entre as décadas de 40 e 50, e atualmente uma das principais vias de ligação entre a Zona Norte e a Zona Oeste da Cidade; e o Conjunto Habitacional da Cidade de Deus, inaugurado na década de 60, e que sua localidade foi transformada mais tarde no bairro Cidade de Deus. Outros lugares visitados pelo rolezeiros será o Bosque da Freguesia, a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto, construída em 1664, e Igreja Nossa Senhora da Penna, no alto do morro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here