“O rapper é um jornalista de guerra, ele vê o que tá na rua e leva pras pessoas”, esse trecho do documentário Tributo ao TTK  traduz como a essência do gênero musical foi criada nos anos 60 para driblar a censura da ditadura. Agora, o TTK ganha, um minidocumentário produzido pelo Amazon Music para contar a sua história.

Tributo ao TTK aborda a história do bairro do Catete, considerado berço do Rap carioca, com o intuito de resgatar a memória do bairro como referência urbana carioca e elevar sua visibilidade, a música contribui com projetos sociais como o Ademafia e a Urba na Mente. Além disso, o documentário também fala do mundo da pichação e dos proibições que permearam na criação como cultura urbana.

A passagem entre o asfalto e o morro faz do Catete é o subúrbio da Zona Sul. Com musica de vivencia, identidade, além da a questão da malandragem.

Marcelo D2 comenta que o Rap tem o papel de ter impacto social, assim como o Funk e o Samba, o gênero musical tem o costume de falar sobre o bairro que vive. O CGL engloba os bairros do Catete, Gloria e Lapa, esse último, aliás, foi aonde começaram as Batalha de MCs no Brasil.

Tributo ao TTK tem direção criativa do rapper Filipe Ret e estreia em 24 de agosto no aplicativo e no YouTube. “Último boombap p fechar c chave de ouro! 100% dos royaltys da música serão doados para projetos sociais relevantes da nossa área”, avisa o rapper nas redes sociais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here