Coexistir seria, de fato, a grande questão?

Os dinossauros estão de volta! Em Jurassic World: Domínio eles ocupam o mundo e fazendo um belo de um estrago, mas os fãs da franquia iniciada nos anos 90, certamente, não estão nem ai. A gente quer ver esse duelo coexistente durante anos, não é! (Fala a verdade!).

Desde que o mundo é mundo, o fascínio por dinossauros é enorme. Não à toa, a franquia faz sucesso até hoje, além disso, a temática já foi abordada inúmeras vezes no mercado audiovisual. Agora o fim da nova trilogia chega ao fim, com direito a muita nostalgia, afinal, arte do elenco original volta a franquia.

Jurassic World: DomínioQuase 30 anos depois, o sexto filme vem para encerrar sua segunda trilogia. O primeiro parque dos dinossauros foi daqueles filmes que todo mundo viu e, certamente, amou, agora, Jurassic World: Domínio põe em discussão, o que é mais perigoso para o futuro da humanidade, o que devemos fazer pelos os animais pré-históricos ou a ambição selvagem das pessoas irá dominar o mundo? Aliás, o intuito do diretor Colin Trevorrow é lembrar às pessoas que qualquer animal do nosso planeta pode ser extinto.

Ao chegar ao fim dessa segunda trilogia, fica a ideia de que temos que coexistir com a natureza para não sermos extintos, como ocorreu com dinossauros. Mas é claro que Jurassic World: Domínio não é exatamente um filme de mensagem. Recheado de ação, filme encerra franquia de forma emocionante com um tom mais sombrio e assustador. O CGI é fantástico e deslumbrante, ao mesmo tempo que já conhecemos seus efeitos. Aliás, a famosa T-Rex retorna poderosa e mais feroz!

A nova produção é, sem sombra de dúvida, aquele blockbuster pipoca nostálgico. O reencontro de Sam Neill, Laura Dern e Jeff Goldblum é, certamente, de emocionar!  Porém quando o grupo veterano se encontra com Chris Pratt e Bryce Dallas em cena faltou aquele clímax, mas nada que afete o resultado ou expectativa dos fãs. Afinal, o que a gente quer ver é ação e emoção. Tudo junto e misturado, assim como o roteiro que te joga num liquidificador sem fim, com um enredo fraco, (vamos combinar que a história não é lá essas coisas, né).

Trazendo sempre a mesma premissa dos longas, com um vilão sem noção que quer destruir o mundo em busca de uma tecnologia inexistente. Seguindo a dinâmica dos outros filmes, Jurassic World: Domínio  traz humor e romance, é claro, afinal, não pode faltar no seu enredo, fazendo desta sequencia tudo aquilo que os fãs já sabem! Além disso, sobra até para BD Wong que, enfim, traz a redenção a seu personagem.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here