Peça já encenada, com sucesso de pública e crítica no Teatro Tablado, no Teatro Café Pequeno, no Teatro do Planetário, no Teatro do SESI (Centro), no Teatro SESC-Tijuca e no Circuito SESI – RJ entra em cartaz  no Teatro Serrador.

O protagonista, um diretor de teatro está em crise. Ele se vê perdido entre uma paixão não correspondida por uma atriz de seu grupo e o caótico processo de ensaios de sua companhia. Como forma de desabafo, decide escrever uma peça, na qual ele pode exprimir o que pensa dos atores de seu grupo, e também se aproximar da atriz por quem é apaixonado.

Em “Peça Ruim”, o diretor se dá o codinome de Bisão. Enquanto isso, a companhia está ensaiando ÉdipoRei, uma proposta ousada para a experiência do grupo e do encenador. É no palco que Bisão escreve, dirige e ensaia encena. Tudo ao mesmo tempo!

As coisas ficam mais desastrosas quando a peça passa em um Edital de Financiamento do Estado da Bahia. A única condição para o projeto ser contemplado com o financiamento é que o grupo seja composto por baianos.

A confusão aumenta quando os atores cariocas passam para a fase final e têm que apresentar o clássico Édipo Rei para uma banca examinadora. A companhia então decide, em comum acordo, ensaiar ÉdipoRei com sotaque nordestino e se o Bisão já achava a peça ruim, agora ele tem certeza de que tudo dará errado.

A peça conta com texto e direção de Daniel Belmonte e atuação de Adriano Martins, André Dale, Hernane Cardoso, Joana Castro, Leonardo Bianchi,MariannaPastori e Pedro Thomé.

Serviço:
Peça Ruim
Local: Teatro Municipal Serrador (Rua Senador Santas, 13, Cinelândia)
Temporada:  09 a 25 de novembro – quinta, sextas e sábados
Horário: 19h30
Duração: 60 min
Classificação: 16 anos
Ingressos: R$ 40 (inteira) R$ 20 (meia)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO