Sambas, afoxés, guitarradas, carimbós, rock e chorinhos estão no repertório do show
A CAIXA Cultural Rio de Janeiro recebe a estreia do show Conexão Pá RiBa, nos dias 19 e 20 de junho (sexta-feira e sábado), às 19h. O trio de percussão Manari e os cantores  e compositores Marco André, Pedro Luís e Pepeu Gomes se apresentam juntos no palco com o projeto, que traz no repertório sambas, afoxés, guitarradas, carimbós, rock e chorinhos e diversas linguagens musicais O nome do show faz alusão à mistura das iniciais de seus estados de origem – Pará, Rio e Bahia – e à expressão “pra cima”. O baiano Pepeu – influência assumida pelos demais artistas –, foi um aglutinador desses músicos.
No decorrer do show, os músicos também mostrarão, separadamente, seus estilos e influências. Marco André mostra canções como Caringlobalizado e O bullying do brega. Os percussionistas do Manari tocam Chama Verequete (domínio público), além de Santeria cubana, parceria do trio com Marco André. As tradicionais Mil e uma noites de amor Eu também quero beijar ganham releitura de Pepeu. Pedro Luís promete apresentar Eu caio no suingue e Carimbstep (dele e de Marco André), entre outras composições.
“O Brasil é repleto de diversidade do Oiapoque ao Chuí. Artistas consagrados bebem na fonte do inusitado, transformando inquietude criativa numa arma contra a mesmice”, afirma o cantor, compositor, instrumentista e produtor Marco André. Natural de Belém (PA), Marco lançou cinco álbuns e um DVD com releituras da música do Norte do país, incluindo tecno-carimbó e guitarradas. Nem revi nem laite e Amazônia Groove são alguns dos seus trabalhos que receberam ótima acolhida da crítica especializada.
Considerado como um dos dez melhores guitarristas do mundo na categoria world music, Pepeu Gomes formou os Novos Baianos com Moraes Moreira, Paulinho Boca de Cantor, Luiz Galvão e Baby Consuelo, na década de 1970. Pepeu lançou 16 discos solo, incluindo o CD e DVD De espírito em paz – ao vivo (2004), e Eu não procuro o som (2011).
Pedro Luís tem 25 anos de carreira e é famoso por arrastar multidões com o Monoblocoalém de ter passagem por bandas como A ParedeO cantor, compositor e arranjador lançou recentemente um projeto autoral intitulado Aposto, que faz um apanhado de canções de sua autoria consagradas por vozes femininas, como por exemplo, Zélia Duncan, Roberta Sá, Mart’nália e Adriana Calcanhotto.
Os Manaris Kleber Benigno, Márcio Jardim e Nazaco Gomes são percussionistas especializados nos ritmos amazônicos e importantes nomes da atual cena musical paraense. No show, o Manari apresentará canções de seu novo álbum, produzido por Marco André com participação de Pedro Luís, e também do projeto CaBloco muderno, protagonizado com o conterrâneo Marco André, com a participação de Pepeu Gomes.
Ficha técnica:
Produção: Send Music
Músicos:
Pepeu Gomes – guitarra, bandolim, guitarra baiana e voz
Marco André – voz, violão, guitarra e guitanjo (mistura de guitarra e banjo de carimbo)
Trio Manari – percussão e voz
Pedro Luís – cavaquinho, violão e voz
Sonorização: Paulo Gustavo Moreira
Produção executiva: Flávia Souza Lima
  
Serviço:
Conexão Pá Riba
Duração:  80 minutos
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Datas: 19 e 20 de junho de 2015 (sexta e sábado)
Horário: 19h
Classificação Indicativa: Livre
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.
Lotação: 226 lugares (mais quatro para cadeirantes)
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here