Novo espaço terá além de mostras, barbearia, loja de roupas e acessórios, sneakers, bar, café, cursos e workshops
Homegrown, que tem sede em Ipanema, e está completando 10 anos, inaugura este mês um novo espaço na Tijuca, na Zona Norte do Rio, e apresenta em sua galeria aexposição Lelo: DoisD / TrêsDA abertura do local e a primeira mostra na galeria será na quinta-feira, 13 de agosto. A nova sede fica na Rua General Roca, 514, próxima à praça Saens Peña.

“Acho muito importante levarmos cultura para a Zona Norte que muitas vezes é esquecida em projetos legais”, afirma Bill Tassinari, um dos sócios da Homegrown ao lado de Pedro Henrique de Oliveira. “Trazer a Homegrown para a Zona Norte é a concretização de mais um projeto, mais uma vitória. Sempre sonhamos em ter uma galeria independente, ter exclusividade nos artistas que estamos apresentando”, explica Pedro.

Graças ao espaço maior, o ambiente da galeria terá uma sala anexa com gravuras, além do acervo com obras de sete artistas do cenário urbano e contemporâneo. João Lelo, Bruno Big, Marcelo Macedo, Marcelo Ment, Marcio SWK, Ronaldo Land e Mottilaa serão os artistas representados na nova sede. Seus trabalhos ficarão acessíveis durante todo o ano, independentemente da exposição que estiver em cartaz. A Homegrown contará também com uma barbearia, uma loja de roupas e acessórios, sneakers, um bar, um café e ainda um espaço para cursos e workshops.

“Devemos muito ao nosso público da Zona Norte e sempre tivemos vontade de retribuir esse carinho. Os workshops e cursos serão uma novidade muito interessante, uma forma de retribuir e compartilhar nosso aprendizado e o aprendizado de nossos artistas e parceiros com mais gente. Passar o conhecimento adiante, além de continuar fomentando a cultura urbana e o mercado”, analisa Marco André Tosatth, também sócio da Homegrown.

“O que nos motivou realmente a abrir uma loja na Tijuca foi a experiência que vivemos com a realização do Arte Core. Percebemos que nosso conceito tem grande público apreciador e degustador na Zona Norte, que foi em massa no evento, sendo inclusive a maioria. Esse fato nos fez refletir em abrir essa loja. A Zona Norte tem a legitimidade nos movimentos que apresentamos e representamos, o graffiti, a arte urbana, a cultura sneaker, a cultura urbana em geral”, explica Pedro Henrique de Oliveira Rodrigues.
A primeira exposição da nova sede – Lelo: DoisD / TrêsD

João Lelo será o primeiro artista a estampar as paredes da nova galeria com a mostra Lelo: DoisD / TrêsDA exposição reflete o resultado de estudos do artista a fim de atravessar a barreira do bidimensional em seu trabalho. Autodidata, ele é conhecido pelo trabalho com arte urbana, com produção que abrange murais, pinturas, desenhos, gravuras, vídeos e mais recentemente esculturas e objetos. Na exposição, Lelo apresentará três séries que mostrarão a transição entre o bidimensional e o tridimensional.

“Uma série terá desenhos/colagens sobre papel, onde além da pintura à mão, misturo impressões em serigrafia e colagens em papel, a “Cosmotivismo” (palavra que criei da mistura de Cosmos e Construtivismo). A segunda será um par de “telas” volumétricas, criados através da sobreposição de formas de madeira e MDF pintados, que formam desenhos bidimensionais com volume. A terceira, são objetos feitos a partir de formas bidimensionais, que montadas de forma transversal criam objetos tridimensionais”, explica o artista.
Lelo já teve exposições individuais e coletivas em países como Estados Unidos, África do Sul, Argentina, Chile, Suíça e Espanha. Em 2010, participou da mostra Transfer, em São Paulo, considerada uma das mais importantes do cenário urbano contemporâneo. Sua primeira mostra individual no Rio foi em 2013, na Galeria Homegrown. Em 2014, participou do Arte Core 2014 no MAM-RJ. Ainda ano passado, participou de encontros de muralismo (disciplina mais marcante de seu trabalho) em Mendoza e Córdoba, na Argentina, e em Barcelona, na Espanha.

A exposição Lelo: DoisD / TrêsD contará com três desenhos/colagens em papel, peças únicas; duas “telas” volumétricas de madeira e MDF pintados, também peças únicas; e seis objetos em MDF pintados, cortados de forma digital, permitindo a reprodução em série de cada – nesta série, Lelo utiliza ferramentas digitais, como computador e máquina de corte laser, abrindo o leque de ferramentas para seu trabalho. A tiragem será limitada a 10 peças de cada.

“Tenho buscado um lado cada vez mais racional e maduro no meu trabalho, estudado o trabalho de artistas do construtivismo. As imagens buscam cada vez mais a geometria e uma forma a abstração, apesar do figurativo ainda ser importante. Não é um desenhar pelo simples fato de desenhar, é colocar o lado racional para trabalhar. E isso é um desafio pessoal para mim. Então, de uma forma, meu trabalho é um reflexo de uma mudança de comportamento no meu próprio processo criativo”, analisa Lelo.
Sobre a Homegrown Tijuca
A Homegrownque tem sede original em Ipanema, abre a partir de agosto de 2015, um novo espaço na Tijuca, na Zona Norte do Rio. A nova sede está localizada na Rua General Roca, nº 514, próxima à praça Saens Peña. Além de receber exposições, o espaço possui serviços de barbearia, loja de roupas e acessórios, sneakers, bar, café e ainda cursos e workshops para os clientes. 

No espaço da galeria, uma sala é destinada às gravuras, além do acervo com obras de sete artistas do cenário urbano e contemporâneo representados pela nova sede – João Lelo, Bruno Big, Marcelo Macedo, Marcelo Ment, Marcio SWK, Ronaldo Land e Mottilaa. Seus trabalhos ficam à disposição durante todo o ano, independentemente da exposição que está em cartaz.
Sobre João Lelo
João Lelo é artista carioca autodidata. Mais conhecido por seu trabalho de arte urbana, que realiza desde 1999. Sua produção abrange murais, pinturas, desenhos, gravuras, vídeos e mais recentemente esculturas e objetos.

Suas obras tem como característica as composições dos animais e pessoas, escolhidos por terem alguma simbologia interessante e que possam ser retratados de forma sintética, representados pela interação de formas chapadas, texturas e padrões, alguns criados e desenvolvidos pelo artista, outros reaproveitados de algum material encontrado.

Seus trabalhos já foram exibidos em exposições e publicações no Brasil, Argentina, Estados Unidos, Alemanha, Espanha, Áustria, Grécia e África do Sul. E seus murais podem ser vistos por todo o mundo, principalmente no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde tem seu estúdio atualmente.

Serviço:
‘Lelo: DoisD / TrêsD’
Período de exposição: 13 de agosto a 31 de outubro
Horário de visitação: Seg a sex, das 10h às 20h; sábs e feriados, das 10h às 18h.
Endereço: Rua General Roca, 514
Telefone: 3189-6661
Entrada Gratuita / Classificação livre

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here