Todo dia[Every day, Estados Unidos, 2017], de Michael Sucsy (Paris). Gênero: romance. Elenco: Maria Bello, Angourie Rice.

Baseado no aclamado best-seller do The New York Times de David Levithan, “Todo Dia” conta a história de Rhiannon, uma garota de 16 anos que se apaixona por uma alma misteriosa chamada “A” que habita um corpo diferente todos os dias. Sentindo uma conexão incomparável, Rhiannon e A trabalham todos os dias para encontrar um ao outro, sem saber o que ou quem o próximo dia irá reservar. Quanto mais os dois se apaixonam, mais as realidades de amar alguém que é uma pessoa diferente a cada 24 horas afeta eles, levando o casal a enfrentar a decisão mais difícil que eles já tiveram que tomar.

Critica: https://rotacult.com.br/2018/07/adaptacao-de-todo-dia-de-david-levithan-e-morna-e-suscetivel-ao-erro/

Hotel Transilvânia 3 – Férias monstruosas [Hotel Transylvania 3 – Summer vacation, Estados Unidos, 2018], de Genndy Tartakovsky (Sony). Gênero: animação. 3D. Classificação: Livre

Solitário e infeliz, buscando um novo amor na internet, Dracula é surpreendido com um presente da querida filha: férias em um cruzeiro. Inicialmente resistente à ideia, ele acaba engajado no passeio ao se encantar pela comandante, que, no entanto, esconde um segredo nada amigável.

Critica: https://rotacult.com.br/2018/07/hotel-transilvania-3-ferias-monstruosas-traz-trilha-sonora-revigorante/

Arranha-céu – Coragem sem limite [Skyscraper, Estados Unidos, 2018], de Rawson Marshall Thurber (Universal). Gênero: ação. Elenco: Dwayne Johnson, Neve Campbell, Chin Han. 3D.

Will Sawyer, um veterano de guerra e ex-líder da operação de resgate do FBI, que agora avalia segurança de arranha-céus em missão na China, ele encontra o mais seguro e mais alto edifício do mundo em chamas,
e é culpado por isso. Will deve encontrar os responsáveis pelo incêndio, limpar seu nome e de alguma forma resgatar sua família que está presa no interior do edifício… acima da linha de fogo.

Critica: https://rotacult.com.br/2018/07/arranha-ceu-coragem-sem-limite-o-parque-de-diversao-de-dwayne-johnson/

Uma casa à beira-mar [La villa, França, 2017], de Robert Guédiguian (Imovision). Gênero: drama. Elenco: Ariane Ascaride, Jean-Pierre Darroussin , Gérard Meylan. Classificação: 12 anos

Em uma pequena baía perto de Marselha, existe uma vila pitoresca, propriedade de Maurice. Seus três filhos reuniram-se ao seu lado durante seus últimos dias: Angela, atriz que morava em Paris, Joseph, que acabou de se apaixonar por uma jovem garota, e Armand, o único que ficou em Marselha para dirigir o restaurante da família. É hora deles ponderarem o que aprenderam dos ideais do pai e do espírito comunitário que ele criou neste lugar mágico.

Critica:

Hannah [Hannah, Itália, Bélgica, França, 2017], de Andrea Pallaoro (Zeta Filmes). Gênero: drama. Elenco: Charlotte Rampling, André Wilms, Stéphanie Van Vyve.

Hannah é uma mulher que perdeu quase tudo que acreditava ser sua vida. Interpretada pela cultuada atriz inglesa Charlotte Rampling, Hannah tem que lutar com as consequências da prisão do marido. Uma nova realidade econômica, o rejeição do filho, a completa solidão, a velhice. Nas aulas de teatro e nos momentos na piscina constroem a busca por uma nova identidade, Através da história de Hannah, temos um retrato íntimo do isolamento e da alienação no mundo atual, a dificuldade de ter e manter relações, as linhas divisórias entre a identidade individual e as pressões sociais

Critica: https://rotacult.com.br/2018/07/hannah-a-significancia-dos-dialogos-na-desperanca-de-uma-mulher/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here