Muito além de um bloco do carnaval de rua, o Monobloco forma percussionistas nas oficinas e workshops que ministra de forma permanente, nas três cidades onde desfila: São Paulo, Belo Horizonte e Rio. Os ritmistas dão identidade local à proposta e fazem das baterias do Monobloco uma referência no carnaval. O grupo chega aos 20 anos como um movimento musical brasileiro colaborativo, que transforma o indivíduo em coletivo através da música.

A abertura oficial do Carnaval 2.0 do Monobloco acontece na Fundição Progresso, dia 4 de janeiro, data do primeiro ensaio no Rio (o segundo será dia 21 de fevereiro). A festa lança o novo single do Monobloco, “Esse meu Rio”, e ainda o “Funk 150”, uma levada nova que está entre as novidades do carnaval 2020. “Coisinha do pai”, “Rap da Felicidade”, “Descobridor dos sete mares”, “Sonífera Ilha”, “Vai Vadiar”, “Toda forma de amor”, “História pra ninar gente grande”, samba campeão da Mangueira, além de clássicos do repertório do Monobloco, como “Taj Mahal”, “Fio Maravilha” e “É Hoje”, estão garantidas na festa da Fundição.

O show de abertura da noite fica por conta do trio Os Gilson, formado por Francisco Gil, João Gil e José Gil. O grupo aposta em canções autorais, com raízes baianas e influências da MPB.

SERVIÇO
MONOBLOCO 2.0 –  dia 4/01
Abertura da casa: 22h
Banda de abertura: Os Gilson , às 23h
Monobloco : 0h30
Fundição Progresso (Rua dos Arcos, 24 – Lapa)
Abertura dos portões: 22h
Classificação etária: 18 anos.
Ingressos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here