Jean Seberg foi uma das atrizes mais influentes, talentosas e complexas da história do cinema. Conhecida por seus papéis nos filmes Acossado e Santa Joana, a estrela americana conseguiu mesclar papéis diversos nos cinemas com uma presença forte em questões raciais e sociais. E é sobre a intersecção desses dois pontos que se debruça o longa-metragem Seberg que fala sobre a relação da atriz com o movimento Panteras Negras e a decorrente espionagem que sofre do governo.

Dirigido por Benedict Andrews, Seberg não pode ser taxado de óbvio ou desinteressante. Assim como Judy’ a história traz momentos pouco conhecidos de uma estrela de cinema mundial e, com isso, se faz importante. É interessante mergulhar no ativismo político de Seberg e, principalmente, na paranoia que cresce com a atriz durante o período. O estilo quadrado acaba indo na contramão da atriz. Mas, ainda assim, pode ser uma boa entrada ao mundo da estrela.

Em cartaz no Apple TV (iTunes), Google Play, YouTube e Vivo Play.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here