A artista plástica mineira Du Flausino abre a exposição individual “…no silêncio das flores” , no Centro Cultural Correios RJ, com curadoria e produção cultural de Cota Azevedo. São cerca de 40 trabalhos de diferentes mídias – pinturas (óleo e acrílica), fotografias, bordados, vídeo performance e instalações distribuídas em duas salas.

 A artista usa como temática central, a simbologia das flores na cultura contemporânea, como ícones, usados como metáforas que preenchem as lacunas deixadas pelo tempo, pela distância, pelas perdas, pelas relações afetivas. Além disso, as obras apresentadas nesta exposição trazem, em suas poéticas, dualidades como morte e vida, exageros e delicadezas. São trabalhos que revelam os antagonismos das linguagens do humano nas relações, nos valores e nas atitudes em seu cotidiano.

As flores são metáforas encontradas por Du Flausino para debater as conexões afetivas em seu tempo. “O que as flores dizem a respeito de nós? Por que estamos sempre recorrendo às flores para decorar e perfumar nosso dia a dia? Faço uma reflexão sobre as delicadezas que existem em torno da utilização deste símbolo no cotidiano, como elas nos proporcionam sentido a um estado psíquico”, explica Du Flausino.

A exposição “…no silêncio das flores” reflete sobre o humano e as suas questões, na relação com o meio, na sua representação social, seus desejos, afetos e sentimentos. Em muitas situações, a flor tem o papel de dar significância às existências.

Serviçov
“… no silêncio das flores”
Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro)
Visitação: 27 de maio a 09 de julho de 2022
Dias e horários: de terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada franca
Censura livre
Acessibilidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here