Vermelho Sangue
Foto: Cristina Froment

“Vermelho Sangue” se passa em um Brasil de 1974 e a sua incerteza sobre o futuro. A obra ficcional escrita em 2011, conta a história das últimas ações de uma pequena organização política ativista dos anos 70 que ainda busca forças para resistir à repressão do sistema civil-militar que implantou a ditadura a partir de 1964.

“Vermelho Sangue” sugere um olhar sobre o quanto teria sido válida a luta armada num futuro próximo, distante da imaginação das pessoas em 1974. sugere um olhar sobre o quanto teria sido válida a luta armada num futuro próximo, distante da imaginação das pessoas em 1974. Que sociedade temos após tantos anos? Questões sobre discriminação racial, assédio e delação visam a uma reflexão sobre se as pessoas de hoje realmente mudaram ou tal mudança foi apenas formal?

Trata-se de uma história que mostra o conflito interno de uma guerrilheira a partir da morte de sua irmã (morta supostamente em seu lugar) o que a leva a um grande sentimento de culpa e a confronta com a sua natureza, de seguir ao lado de sua organização na luta contra o sistema vigente ao ponto de não se achar mais em condições de atuação pois sente que a população está cada dia mais distante das lutas pelos seus próprios direitos. No entanto, sua volta tem sido preparada por antigos companheiros.

  Mas, logo surge a figura de um agente policial e uma vizinha que pode definir os rumos da história. E nessa história essa organização é denominada G.R.U.Po. (Guerrilha de Retomada pela União Popular) é totalmente desarticulada, restando apenas essa mulher, que talvez seja a melhor e diante das últimas perdas é obrigada a deixar o Brasil, não sem antes ser tomada por uma visagem sobre o futuro que desconhece e mal consegue descrever, mas que mesmo assim sugerem os graves problemas que assolaram o país de 1975 até os dias atuais.

Será que a luta foi válida? Será que desde então e ainda nos dias de hoje não estamos sendo enganados? O futuro dirá. Mas… O futuro é agora?

Serviço:
Local: Teatro Municipal Ipanema (Rua Prudente de Morais, 824, Ipanema)
Curta temporada: dias 05; 06; 07; 12; 13 e 14 de agosto (sextas, sábados e domingos) às 19h
Ingressos pela sympla.com.br
Classificação: 14 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here