A mais nova adaptação da obra de Nelson Rodrigues para o cinema (essa é a terceira), dirigida por Moacyr Góes (“DOM”) conta com um roteiro pesado e diálogos humilhantes.
 
Para quem não se lembra, um pai de família bem sucedido oferece dinheiro a um dos seus funcionários para que ele se case com sua filha, vítima da violência urbana.
 
Leticia Colin encarna muito bem a personagem principal. De menina à mulher, a atriz incorpora a personagem de tal forma, que você chega a sentir pena dela por alguns momentos.
 
João Miguel e Leandra Leal como sempre vestem bem seus personagens e conseguem tirar do público empatia por suas histórias.
 
Com uma história ordinária, a profundidade dos personagens e do roteiro são como um câncer da sociedade. Violento ao extremo, capaz de mexer com o psicológico de qualquer um, é assim que o filme parece sobreviver na tentativa de uma adaptação mais atual dessa obra.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here